Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2023/02/encontro-de-lideres-conta-com-participacao-de-geraldo-alckmin/>.
Acesso em 12/04/2024 às 15h31.

Diálogo com governo marca abertura do 12º Encontro de Líderes

28 de fevereiro de 2023, às 14h23 - Tempo de leitura aproximado: 6 minutos

Vice-presidente da República, Geraldo Alckmin.

Com uma participação inédita do vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, ao lado do presidente do Conselho Federal, Eng. Civ. Joel Krüger, o Confea realizou nesta terça (28/2) a abertura do 12º Encontro de Líderes representantes do Sistema Confea/Crea e Mútua, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília. Vice-presidente, também ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Alckmin abordou o desenvolvimento sob o prisma da Encíclica Populorum Progressio, do Papa Paulo VI, segundo a qual “o desenvolvimento é novo nome para a paz”. Sendo aplaudido também em outros momentos, ele afirmou, ao concluir sua fala, que “o nosso dever é criar essa oportunidade de desenvolvimento para que as pessoas possam realizar essa vocação de servir pelo seu trabalho. E a engenharia é a base para esse desenvolvimento, essa paz”.

Representantes do Sistema ao lado do presidente do Crea-PR, Eng. Civ. Ricardo Rocha.

Para o presidente do Crea-PR, Eng. Civ. Ricardo Rocha, a fala do vice-presidente da República veio ao encontro dos objetivos da delegação paranaense presente no evento. São 68 lideranças do Estado que estão buscando se posicionar estrategicamente em Colegiados e frentes formadas pelo Sistema, para batalharem pelo desenvolvimento do Paraná por meio da atuação de engenheiros, agrônomos e geocientistas. “Estamos prontos para continuar trabalhando fortemente em iniciativas que resultem em inovação e desenvolvimento sustentável para o nosso Estado”, destaca Ricardo

A natureza do evento foi esclarecida a Alckmin pelo presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia. Krüger explicou que ali estavam, representando as 27 unidades da federação, os presidentes de todos os Creas, os conselheiros federais, parte dos conselheiros regionais, presidentes de entidades de classe, inspetores e acadêmicos, representando 1,1 milhão de profissionais de 400 mil empresas das áreas correlatas ao Sistema.

joel-alckmin
Presidente Joel Krüger no receptivo ao vice-presidente do Brasil

“Queremos deixar nosso conhecimento, energia e força de trabalho à disposição para que – com políticas públicas de mobilidade urbana, encostas, produção de energia, agronegócio, mineração, planejamento urbano, enfim, com todas as modalidades que abrangemos, no campo e na cidade – atinjamos nossos tão esperados desenvolvimento nacional e melhoria da qualidade de vida do povo brasileiro”, pontuou Krüger.

Para uma plateia atenta, formada por autoridades do Sistema e do meio político, como os deputados federais Henderson Pinto (MDB-PA) e Raimundo dos Santos (PSD-PA), e uma mesa de honra que contava com as presenças do ministro das Cidades, Jáder Barbalho Filho, da deputada federal Eng. Agr. Marussa Boldrin (MDB-GO), do coordenador do Colégio de Presidentes, Eng. Agr. Ulisses Filho, e do presidente da Mútua, Eng. Agr. Francisco Almeida, o vice-presidente da República salientou os  desafios para o crescimento do país.

Deputada federal Marussa Boldrin (MDB-GO)

“Diante do desafio do crescimento, da competitividade, vamos encontrar a engenharia em todas as alternativas. Para enfrentar a competitividade é preciso logística em um pais como o Brasil. Aeroportos, portos, rodovias, integração de modais. O Brasil ficou caro, e país caro acaba crescendo menos. Além da logística, a desburocratização. Criamos um setor para isso. O desafio do mundo moderno é o emprego. O setor privado mecaniza, a indústria mecaniza. Até o setor de serviços tem inteligência artificial. Por isso, a construção civil é essencial. Porque ela emprega de maneira intensiva. Temos que fazer construção para todo lado para assegurar emprego”, disse, informando investimentos de R$10,4 bilhão para o Programa Minha Casa, Minha Vida.

Médico, o vice-presidente Geraldo Alckmin considerou ainda a participação da engenharia na área. “Olhando para a saúde, saneamento básico, vacina e antibiótico, a engenharia está presente”. Segundo ele, a preocupação atual não é apenas em produzir mais barato e melhor. “Agora, é mais barato, melhor e com compensação de carbono. As mudanças climáticas dependem do Brasil, da Indonésia e do Congo, o BIC. Essas três florestas tropicais vão assegurar a proteção contra as mudanças climáticas”, disse, citando ainda inovações como o hidrogênio verde e outras tecnologias para a compensação de carbono. Alckmin fez ainda referência à mineração do estado do ministro Jáder Barbalho Filho, por meio de Carajás. “Precisamos agregar valor. Há 30 anos, o Brasil estava na lista ‘dumping’ do aço. Agora, o Brasil saiu da lista e a nossa exportação de aço vai disparar para os Estados Unidos”, afirmou.

Vice-presidente da República, Geraldo Alckmin

Orgulho

Ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho

Ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho afirmou que o Brasil tem orgulho do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia. “As mil lideranças aqui reunidas demonstram a força dos profissionais da engenharia, da agronomia e das geociências no desenvolvimento do Brasil”, analisou. Depois de mencionar o programa Minha Casa Minha Vida, retomado neste ano pelo governo federal, o ministro ponderou sobre o papel dos mais de um milhão de profissionais registrados no Sistema Confea/Crea e Mútua. “Precisamos buscar novas maneiras de construir casas mais baratas sem comprometer a segurança dos imóveis. Engajem-se para valer nesse desafio nacional. Barbalho Filho finalizou clamando pela boa guarda “desta parte tão importante do nosso planeta”, que é o Brasil.

Representante do mesmo estado do presidente da Mútua, a engenheira agrônoma e deputada federal Marussa Boldrin (MDB-GO), comentou que não é preciso falar sobre a entidade, por seu destaque reconhecido por todos. E apontou que o “o governo é parceiro e vai ouvir sim as nossas demandas, tenho certeza disso”. Parabenizando o presidente Joel e os presidentes dos Creas presentes, Marussa citou ainda o aumento da participação feminina no parlamento brasileiro. “Estamos para contribuir. Amo a minha botina, mas também o salto alto. Esse é o empoderamento feminino, podemos estar de botina, mas também de salto alto e vestido”, disse, disponibilizando a Câmara Federal, lamentando a presença das Fake News e informando que a partir de amanhã será recriada a Frente Parlamentar da Engenharia e do Desenvolvimento. “Para ter uma maior representatividade do nosso setor, tendo voz e sendo ouvidos”, disse.

Em ocasião que registrou a passagem pelos 45 anos do Crea-AC, representado por meio de sua presidente, a engenheira civil Carmem Nardino, o presidente da Mútua, Eng. Agr. Francisco Almeida, saudou a importância do Encontro e acompanhou o presidente na referência às escolas de engenharia do país.  “Medicina não acontece se não fosse a engenharia. Tudo o que está em volta de vocês”, frisou.

Presidente da Mútua, Eng. Agr. Francisco Almeida

“Esperamos poder contribuir para o desenvolvimento nacional, pensar soluções para os problemas do país”, pontuou o Eng. Agr. Ulisses Filho, presidente do Crea-PI, que coordena o colegiado que reúne os presidentes de todos os conselhos regionais.

Em breve as fotos do dia estarão no Facebook do Conselho.

Publico presente na abertura do 12° Encontro

 


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *