Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2024/01/crea-pr-recebe-os-novos-conselheiros-para-mandato-2024-2026/>.
Acesso em 12/04/2024 às 14h50.

Crea-PR recebe os novos conselheiros para mandato 2024-2026

22 de janeiro de 2024, às 14h58 - Tempo de leitura aproximado: 6 minutos

Nesta segunda-feira, dia 22, os novos conselheiros do Crea-PR foram recepcionados no 9º Encic – Encontro de Integração dos Novos Conselheiros, que aconteceu na sede do IEP, em Curitiba. São 52 novos conselheiros titulares e 44 conselheiros suplentes, que passarão a fazer parte do Plenário do Crea-PR – de um total de 142. Ao longo do dia, os novos conselheiros participaram de palestras realizadas por representantes de departamentos do Crea-PR e de órgãos públicos, tendo a oportunidade de conhecer melhor sobre o Sistema Confea/Crea e todo o funcionamento das atividades do Conselho, além de questões técnicas, regimentais e de legislação.

A entrada dos novos conselheiros confirma o cumprimento do Art. 43, da Lei n.º 5.194 de 1966, que determina que o Plenário dos Creas deve se renovar anualmente pelo terço de seus membros.

O mandato é de três anos, podendo ser renovado uma vez pelo mesmo período. Após findar o prazo, a vaga deve ser cedida obrigatoriamente a outro profissional. O cargo é considerado honorífico, por isso não há remuneração. Ao final do mandato, os conselheiros recebem uma titulação que comprova a atuação.

O novo presidente do Crea-PR, Eng, Agr. Clodomir Ascari, abriu o evento dando boas-vindas a todos. “Há seis anos estava na mesma condição de vocês. É uma responsabilidade bastante grande, pois estamos respondendo por todos os nossos colegas. Vocês chegaram aqui com essa missão. Temos que fazer o melhor que pudermos fazer. Cada um de nós é um pouco do Crea e nada acontece sem que tenha o envolvimento de vocês, a Plenária é soberana, e os Conselheiros, no caso vocês, que direcionam os resultados da mesma. O que não pode faltar no grupo de profissionais que está aqui é vontade de fazer um Crea forte. Com a nossa autarquia forte, as Entidades se fortalecem, os profissionais também e a sociedade é a maior beneficiada. Obrigada e sucesso a todos!”.

Na sequência, o Eng. Agr. Celso Ritter, superintendente do Crea-PR, apresentou a estrutura e função do Conselho. “Nos dias que os senhores se reúnem, a autarquia é administrada por vocês, por meio do julgamento de seus pares e demais decisões legislativas, no restante do mês, o Conselho funciona colocando em prática as decisões que os senhores votaram”.

A Engenheira Ambiental Viviane Aparecida Galera assume um cargo no Crea-PR pela primeira vez. Ela será Conselheira pela Associação Regional de Engenheiros e Arquitetos de Pato Branco (Area-PB). Seu suplente é o engenheiro civil Luis Carlos Braun, também de Pato Branco. Ela antecipa o compromisso com as causas profissionais e com a defesa da sociedade.

“Minhas expectativas são de conhecer a fundo as atribuições dos Conselheiros e contribuir com a minha experiência como profissional de Engenharia. Também pretendo propor mudanças para defender e/ou modernizar as diretrizes para atuação dos profissionais, colaborar em demandas do Conselho e conjecturar, de forma justa, casos de infrações ao Código de Ética”, adianta a Engenheira. “Além de ter maior entendimento do processo, quero levar minhas experiências de atuação no mercado para o Crea-PR.”

O Engenheiro Agrônomo Ricardo Ayub, representante da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), também compartilhou suas expectativas: “Com quase 37 anos de experiência profissional, voltada à pesquisa agronômica, quero poder auxiliar os colegas engenheiros agrônomos no sucesso da sua atividade profissional seguindo as normas e regulamentações vigentes. Espero também com minha experiência internacional contribuir para um debate sobre o futuro que queremos não só no âmbito profissional, mas também para o Paraná e o país”.

Comunicação e Segurança das Informações

A programação da tarde iniciou com a fala da Assessora de Comunicação do Crea-PR, a jornalista Patrícia Giannini, que apresentou alguns dos produtos e canais de comunicação do Conselho e destacou a importância da participação dos conselheiros na sugestão de pautas e na fase de pesquisa e desenvolvimento do conteúdo pelos jornalistas da equipe.

O Geol. Paulo Cesar Sartor de Oliveira, Facilitador do SAST – Setor de Assessorias Técnicas do Departamento de Assessorias Técnicas do Crea-PR – apresentou aos conselheiros as funcionalidades da Área Restrita. Neste local eles têm acesso aos processos que devem ler, analisar, relatar e depois votar durante as Sessões Plenárias. Na área estão todas as funcionalidades das atividades que fazem parte das suas responsabilidades, e permanece o histórico das atividades realizadas.

Sartor explicou a diferença de protocolo e processo, a urgência e prazo de resposta e como deve ser feito o tratamento de cada um deles. Mostrou ainda a ferramenta de envio de boletins, onde os conselheiros podem enviar comunicados e convocações de assembleias de suas entidades de classe aos associados. Também consultas de ARTs, conselheiros, legislação e materiais de apoio para a realização de suas atividades.

A apresentação foi feita aos conselheiros presentes projetando diretamente a Área Restrita no telão, para que todos conhecessem e já se familiarizassem com a área. Os conselheiros tiveram a oportunidade de comentar e esclarecer suas dúvidas quanto ao sistema e a forma de trabalho.

O vice-diretor do Comitê Público da APDADOS – Associação Nacional dos Profissionais de Privacidade de Dados, Paulo Emerson de Oliveira, falou sobre Segurança da Informação – Necessidades, Riscos, Responsabilidades. O especialista em Perícia Forense Digital e Investigação Cibernética, Redes e Cibersegurança, falou sobre os cuidados que devem ser tomados durante a atuação dos conselheiros, tanto como parte do Crea-PR como nas demais atividades profissionais.

“A implementação das atitudes de proteção de dados está ligada à mudança de comportamento das pessoas, o que leva muitos anos para acontecer. As pessoas ainda não têm o entendimento e não agem pensando que as suas informações podem ser utilizadas de forma negativa. Quando se fala em privacidade é preciso mudar o próprio comportamento”, diz Oliveira.

Para ele, antes de tudo é preciso garantir a integridade da informação e ter a ciência do seu valor, pois muitos dados importantes são passados pelos processos do Sistema Confea/Crea e Mútua. Oliveira mostrou exemplos reais de casos de segurança de dados, problemas reais de vazamento de dados, acessos indevidos, e as consequências importantes que isso acarreta.

Tatiane Vollf Melo, funcionária da Regional Londrina, falou sobre Privacidade de Dados Pessoais no Crea-PR. Ela é Coordenadora do Comitê de Privacidade do Crea-PR, criado com o objetivo de garantir a segurança e a proteção de dados pessoais relacionados aos profissionais, fornecedores e parceiros do Conselho. 

Segundo ela, os resultados da elaboração de políticas e ações mostram que o Conselho está no caminho correto, e se colocou à disposição para sanar eventuais dúvidas. 

O Procurador – Gerente do Dejur Robson Roberto Arbigaus Rothbarth falou sobre O papel e as condutas dos conselheiros como Agentes Públicos, tema que englobou a  função do Conselheiro, suas atribuições, deveres, responsabilidades, a questão do poder de polícia e o que rege o Conselheiro enquanto Agente Público. 

Rothbarth fez uma breve explanação sobre os poderes do Estado – Executivo, Legislativo e Judiciário – esclarecendo que o Conselho enquadra-se dentro do poder Executivo Federal, com uma administração pública indireta: “a autarquia é um braço do estado que presta um serviço descentralizado autônomo através da execução de atividade típica de estado, com patrimônio próprio e auto-administração”. Abordou em sua fala outros aspectos da autarquia, relacionados ao público, e a responsabilidade civil do Conselheiro: “a responsabilidade civil está sempre ligada a um dano patrimonial ou moral”, disse. 

 

Alguns momentos que marcaram o ENCIC 2024

Clique na imagem para ver a galeria de fotos:

ENCIC


Comentários

  1. Lauri José Brondani says:

    Boa tarde!

    Conselheiro do CREA-PR recebe remuneração?

  2. Marcos Lopes says:

    Boa tarde!

    Quais os requisitos para se candidatar a Conselheiro?

    At,te.
    Marcos de Andrade Lopes

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *