Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/29108>.
Acesso em 02/04/2020 às 10h20.

Regional Cascavel terá ampliação e reforma com projeto em conceito sustentável

Com investimento aproximado de R$ 4 milhões, sendo R$ 2,1 milhões em recursos do Confea, o projeto será exemplo de sustentabilidade e acessibilidade

21 de fevereiro de 2020, às 17h00 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Projeto da nova sede de Cascavel.

Nesta sexta (21) foi assinado o Edital para licitação de obra de reforma e ampliação da Regional Cascavel do Crea-PR. O presidente do Crea-PR, engenheiro civil Ricardo Rocha, explica que “esta obra em Cascavel é considerada um marco na história do Crea-PR, pois será o primeiro projeto executado com o conceito de sustentabilidade, utilizando técnicas de eficiência energética, painéis fotovoltaicos, aproveitamento de água pluvial, já tendo adquirido inclusive a certificação Procel, além de total acessibilidade, sem barreiras para locomoção. Esta obra será referência na construção civil na região e em todo o Paraná, e daqui em diante todas as obras do Crea-PR estarão de acordo com a tendência mundial da sustentabilidade, utilizando sempre estes mesmos critérios nos projetos”.

O Edital, disponível na área de Licitações do site do Crea-PR, tem como objetivo a contratação da empresa para executar a obra. A Regional Cascavel, que hoje tem 449 m², passará a ter 924 m², com um investimento de R$ 4 milhões, sendo R$ 2,1 milhões em recursos do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – Confea, destinados para melhorias e infraestrutura dos Creas.

O gerente da Regional Cascavel, engenheiro civil Geraldo Canci, afirma que o intuito do Crea-PR é que a nova sede em Cascavel seja um exemplo de modelo de construção sustentável para a região Oeste do Paraná. “Todos os detalhes do projeto foram pensados para garantir um ambiente de trabalho agradável e prazeroso aos nossos colaboradores, além, é claro, de podermos receber nossos engenheiros e visitantes num ambiente inovador e que seja exemplo para Cascavel e região em termos consciência ambiental e acessibilidade”, conclui.

Sustentabilidade e certificado Procel

A obra contempla estratégias que visam atender aos requisitos da IN 02/2014 do Ministério do Planejamento – Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE), Instruções Normativas internas do Crea-PR e o cumprimento dos critérios da etiqueta Procel de Economia de Energia para Edificações, que é um selo de qualidade que comprova o uso eficiente da energia elétrica, o combate ao desperdício e a adoção de hábitos de consumo conscientes. O projeto da nova sede de Cascavel já tem o certificado Procel Nível A, sendo a primeira edificação do Crea-PR com este selo. Na fase de construção, a nova Regional deverá atender os critérios que levaram a essa certificação, entre eles: inclusão dos sistemas individuais de Envoltória (define o isolamento térmico do edifício), de Iluminação e de Condicionamento de Ar. Além disso, serão instalados redutores de consumo de água em torneiras e vasos, sistema de aproveitamento de água de chuva e sistema de energia alternativa com painéis solares fotovoltaicos.

Para garantir alto nível na classificação geral, a edificação contará ainda com circuitos elétricos separados por uso final (iluminação, ar condicionado e outros), demanda de água quente atendida por aquecedores a gás adequados à etiqueta Procel, equipamentos de climatização artificial (ar condicionado) com eficiência reconhecida e comprovada, além de diversas outras características durante a obra que atendem o conceito de sustentabilidade.

Mais um ponto voltado ao meio ambiente é a “parede verde”. De acordo com pesquisas, os jardins verticais proporcionam inúmeros benefícios. Além de chamar a atenção pela beleza imponente, reduzem os efeitos das ilhas de calor urbanas e da poluição atmosférica, limpando o ar externo de poluentes e poeiras, ajudando a neutralizar os índices de carbono resultantes das emissões de combustível. As plantas também melhoram a qualidade do ar interno e atuam como uma barreira natural de isolamento acústico. A superfície verde bloqueia sons de alta e até mesmo de baixa frequência. Além disso, os jardins verticais aumentam a biodiversidade criando habitats para aves e insetos, além de reduzir o stress e proporcionar bem-estar aos humanos. A “parede verde” da nova sede do Crea em Cascavel vai proporcionar todos esses benefícios além de trazer a beleza da natureza para o centro da cidade.

Outra questão pensada no projeto da nova sede, que vai proporcionar mais conforto aos colaboradores, engenheiros e visitantes, é a questão da acessibilidade. Toda a estrutura do novo prédio será acessível de acordo com a legislação e normas vigentes, como elevadores nos estacionamentos e acessibilidade nos banheiros, auditório e áreas comuns.


Comentários

  1. Parabéns! Quero conhecer o projeto e visitar quando estiver pronto!

    Além do que foi apresentado esta edificação deverá ter conforto térmico mais elevado que construções convencionais e com economia de recursos, inclusive financeiros!!!

    1. Pena que parece que não vai adotar sistema termossolar para aquecimento da água.

      1. Comunicação Crea-PR disse:

        Olá, Felipe.
        Realmente não teremos, mas haverá um sistema de geração de energia solar fotovoltaica 😉

    2. Comunicação Crea-PR disse:

      Isso mesmo, Felipe, venha nos visitar quando possível 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *