Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/29337>.
Acesso em 24/10/2020 às 21h22.

Mulheres no comando: Crea-PR investe em representatividade feminina nos diversos setores da autarquia

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) busca equidade nos cargos; Departamento de Fiscalização é um dos destaques

4 de março de 2020, às 14h32 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Ao longo dos 85 anos de história, o Crea-PR tem buscado cumprir seu papel com seriedade, visando a segurança da sociedade. Nos últimos anos, o Conselho tem mirado o futuro, com metas inovadoras em todos os ambientes profissionais. A busca por equidade de gênero nos cargos da autarquia é uma delas.

A Engenharia Ambiental e Gerente de Fiscalização Mariana Maranhão, confirma o que tem visto todos os dias dentro do Crea. “Sabemos das dificuldades existentes, especialmente no setor privado, porém o Crea-PR possui uma visão de equidade em relação à capacitação e oportunidades. Hoje, além de mim, temos mais duas gerentes mulheres e três facilitadoras de fiscalização”, conta.

No Crea-PR, dos 160 inspetores, 20% são mulheres. Inspetores são profissionais voluntários designados pelo Conselho para melhorar a eficiência das ações de fiscalização, em defesa do exercício profissional e da sociedade. Já os Conselheiros são profissionais que compõem as Câmaras Especializadas, Plenário e Comissões, responsáveis por julgar casos de infração à lei e Código de Ética, com aplicação de penalidades e multas. Destes, 15 cadeiras são ocupadas por mulheres. Por fim, entre os fiscais que vão a campo ou fazem averiguações virtualmente por sistemas de cruzamento de dados, 43 são homens e 13 mulheres.

“As mulheres conquistaram seu espaço em setores que eram predominantemente ocupados apenas por homens com muito trabalho, competência, dedicação e alto nível de conhecimento técnico. Hoje, em várias áreas da engenharia, agronomia e geociências percebemos muitas mulheres como referência nas suas áreas de atuação”, acrescenta o Engenheiro Eletricista e Gerente da Regional Londrina do Crea-PR, Edgar Tsuzuki.

A Fiscalização do Crea-PR é um dos departamentos comandados por mulheres. O setor é considerado o coração da entidade, uma vez que combater o exercício ilegal e antiético da profissão é função direta do Conselho que regulamenta as profissões de Engenharia, Agronomia e Geociências.

Criado em 2012 com o objetivo de unificar a fiscalização em nível estadual e coordenador os trabalhos entre as regionais, o departamento foi gerenciado naquele ano e nos dois posteriores pela Arquiteta Vanessa Moura. No triênio seguinte, o responsável pelo setor foi o Engenheiro Civil Diogo Colella. Em 2018, a Engenheira Ambiental e funcionária de carreira Mariana Maranhão assumiu a gestão do departamento, após convite da atual presidência.

“Entrei no Crea-PR em 2011 como agente fiscal na inspetoria da União da Vitória, onde fiquei por quase dois anos e pude conhecer como funciona o sistema e toda a rotina de fiscalização. Um ano depois, retornei para Curitiba para cuidar do planejamento e controle de fiscalização no próprio Defis. Em 2015, fui convidada para ser facilitadora do departamento, uma função semelhante à de supervisão. Por fim, em dezembro de 2018, assumi a gerência do departamento após o gerente anterior ir para um novo desafio na regional de Pato Branco”, conta Mariana sobre sua trajetória profissional dentro da entidade.

Mariana lidera uma equipe de cerca de 100 funcionários, direta e indiretamente. “Confesso que, no começo, tive um pouco de receio quando assumi o cargo, em especial por atender um universo bastante masculino, mas posso dizer que não senti qualquer preconceito, uma vez que me apresentei como responsável e capacitada para esta posição”, destaca.

Nestes 15 anos de caminhada profissional, a gerente do Departamento de Fiscalização do Crea-PR revela que segue os valores adquiridos e continuados pela família. “Meus pais sempre buscaram ensinar através de exemplo, trabalhando com ética, dedicação e respeito por todos”, pontua a Engenheira quando questionada sobre sua inspiração na vida pessoal e profissional.

Comitê Mulheres

Em 2017, o Crea-PR criou o Comitê Mulheres com o objetivo de fomentar o empoderamento de mulheres e o aumento da participação feminina nas decisões no Sistema Confea/Crea. As mulheres são aproximadamente 20% do total de profissionais registrados no Crea-PR e são representadas no Sistema Profissional por Conselheiras e Inspetoras, ou atuando em Entidades de Classe e instituições de ensino em cargos de direção. Neste ano de 2020, no Crea-PR, entre os 127 Conselheiros titulares, 14 são mulheres, e entre os 102 Conselheiros suplentes, 11 são mulheres.

“O Comitê convida as profissionais de todo o Paraná, registradas no Crea-PR, a fazerem parte desta equipe. Atualmente existe o Comitê Gestor Estadual formado por Conselheiras na efetividade da função e três funcionárias e os Comitês Regionais, com  oito coordenadoras”, explica a Coordenadora do Comitê Mulheres, Engenheira Agrônoma Daniela Alves.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *