Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/30311>.
Acesso em 07/03/2021 às 18h56.

Engenheiro alerta para necessidade de uso consciente da água em tempos de pandemia

3 de abril de 2020, às 17h53 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

Foto: Freepik.

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) procurou pela gerência da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) para verificar se a empresa havia adotado novos procedimentos no tratamento da água desde que a pandemia se instalou. De acordo com o gerente geral da área metropolitana da Sanepar em Curitiba, Engenheiro Civil Antônio Carlos Gerardi, não há mudanças nem no processo que trata a água nem nos elementos adicionados para torná-la potável (vide cuidados no box distribuição).

Engenheiro Civil Antônio Carlos Gerardi

Mas o engenheiro faz um importante alerta: No Paraná, a população deve seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação à higienização das mãos, sem esquecer de usar a água de forma consciente, já que em março o estado passou pela maior estiagem dos últimos 20 anos. “Tivemos apenas 10% do total de chuva que estava prevista. Aliado a isso, sofremos com calor intenso nas últimas semanas. Agora, o reforço da campanha de higienização, em virtude da pandemia, fez aumentar o consumo de água entre 6 e 8% e por essa combinação de fatores recomendamos o uso racional da água neste momento”, alerta Gerardi.

Gerardi conclui lembrando que, de forma consciente, conseguiremos passar por mais esse desafio. “Até o momento não tivemos nenhuma situação que houvesse agravado ou desabastecido a população”.

Distribuição

A Sanepar produz e distribui água tratada para 345 municípios no Paraná. Essa água é tratada com cloro, o que garante a sua potabilidade e qualidade, e com flúor, que auxilia na prevenção de cáries dentárias. A Companhia segue procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água determinados pelo Ministério da Saúde. O trabalho é realizado nas 168 estações de tratamento, em quatro laboratórios centrais e em 153 laboratórios descentralizados de análise da qualidade da água que a empresa possui, que resulta em cerca de 560 mil análises por mês.

Geovana Diesel

Assessora de Imprensa do Crea-PR / Regional Cascavel


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *