Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/30385>.
Acesso em 24/07/2021 às 12h21.

Engenheiro de Computação paranaense à frente da criação de teste rápido para Coronavírus que será vendido em farmácias

Startup criou um método inovador que populariza e agiliza resultados sorológicos

8 de abril de 2020, às 17h25 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Nas diversas frentes de batalha no enfrentamento à pandemia da Covid-19, a engenharia encontra-se em posição estratégica devido à multiplicidade de temas que abrange. Uma das muitas iniciativas da área é a de uma empresa de Curitiba que desenvolveu um teste rápido para o Coronavírus que estará disponível para farmácias e empresas interessadas a partir da segunda quinzena de abril.

Este teste é realizado por um laboratório portátil conectado à internet: o Hilab. Com ele, é possível realizar exames a qualquer hora e em qualquer lugar. O serviço alia tecnologias como a Inteligência Artificial e Internet das Coisas ao conhecimento dos profissionais de saúde para garantir um resultado rápido e confiável.

De acordo com a Hi Technologies, os testes estão sendo produzidos em grande escala e têm cerca de 97% a 99% de confiabilidade. É preciso que o paciente esteja de 5 a 7 dias com sintomas para se submeter ao exame – quanto maior os dias com sintomas, maior a precisão.

 

“Estamos acompanhando a disseminação do vírus desde dezembro e por isso nos preparamos para conseguir atender mais locais de saúde com o máximo de exames possíveis”, comenta o Engenheiro de Computação Marcus Figueredo, CEO e fundador da Hi Technologies.

Lançado em 2017, o laboratório portátil Hilab já está disponível em algumas das maiores redes de farmácias do País como Nissei, Panvel, Araújo, Raia Drogasil e Pague Menos. Criado pela Hi Technologies, o Hilab é registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e foi testado por diversos médicos e profissionais da saúde desde antes do seu lançamento. O equipamento obedece aos mais altos padrões de qualidade, confiabilidade e precisão já disponíveis no mercado para testes de dengue, zika, HIV, gravidez, glicemia, toxoplasmose, hepatite, dentre outros.

O Engenheiro da Computação afirma que o teste para a Covid-19 será realizado da mesma maneira que os demais exames que oferecem. “É um teste sorológico, ou seja, serve para identificar a presença de anticorpos no sangue, e demora em média 15 minutos para obter o resultado”, explica.

Engenheiro da Computação Marcus Figueredo, CEO e fundador da Hi Technologies.

Trata-se de um procedimento que funciona de forma simples, pouco invasiva, sem seringas, e praticamente indolor. “Para realizar o exame, o profissional de saúde retira algumas gotas de sangue do dedo do paciente. Após a coleta, a amostra é colocada em contato com os reagentes dentro de uma pequena cápsula, que é depositada dentro do dispositivo, que cabe na palma da mão. O dispositivo, então, cria uma ‘versão digital’ da amostra que é transmitida instantaneamente via internet para a equipe de biomédicos em um laboratório físico, onde especialistas, que contam com o auxílio de algoritmos de Inteligência Artificial (IA), vão emitir um laudo em questão de minutos. O paciente recebe o resultado no smartphone via SMS ou e-mail”, diz.

“A inovação do Hilab não está na parte bioquímica do processo, mas na tecnologia do dispositivo e na experiência do paciente, que faz exames de forma rápida, prática e econômica”, pontua.

Quanto ao custo do teste rápido, a empresa afirma que não consegue controlar o valor pelo qual os clientes irão revender. “Mas estamos fazendo o máximo para oferecer os exames com o menor valor possível”, aponta Figueredo.

 

 

 

 

Larissa Ayumi Sato

Assessora de Imprensa do Crea-PR / Regional Apucarana


Comentários

  1. Rose Soares disse:

    Pq o CREA está respondendo a questionamentos q nao tem haver com ele e sim com o Engenheiro que o desenvolveu?

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      Olá, Rose. Tudo bem?

      Como assim? Nós não respondemos nenhum questionamentos, só divulgamos o e-mail da empresa para quem quiser tirar dúvidas.

  2. é fake news atestado pelo conselho federal de farmacia é crime farmacias oferecer o que não é autorizado pela anvisa aguardem picaretas no crea já convivemos com isto desde a formatura ……

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      Olá!

      Não entendemos o que o sr. comentou. O que o Conselho de Farmácia fez? Nós estamos somente divulgando a ação de um Engenheiro.

  3. Adorei saber da possibilidade de fazer o exame, já postei no meu FB. Assim que viabilizarem, gostaria de ver publicado no máximo de lugares possíveis. Parabéns!

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      Olá, Vanessa. Tudo bem?
      Sugerimos que entre em contato com a empresa para ter mais informações sobre. Ela disponibilizou um e-mail para tirar dúvidas.
      Segue: marketing@hitechnologies.com.br

  4. Manuela Strapasson disse:

    Gostaria de entender melhor sobre o teste. Porque quantos má sndias com o sintomas mais preciso é um resultado? Quando k vírus está no organismo com sintomas ou não ele deveria se idênticado. Ou estou equivocada. Obrigada.

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      Olá, Manuela. Tudo bem?
      A empresa disponibilizou um e-mail para tirar dúvidas.
      Segue: marketing@hitechnologies.com.br

  5. Cynthia disse:

    E porque não é utilizado pela rede pública de saúde para fazer os testes nas pessoas sintomáticas? Com mais agilidade

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      Cynthia, bom dia!
      Esse teste só estará disponível a partir do meio de abril, não teria como ele já estar na rede pública.
      Agradecemos a colaboração.

Deixe uma resposta para Comunicação Crea-PR Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *