Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/30419>.
Acesso em 07/03/2021 às 17h25.

Planos de Contingência do Coronavírus garantem manutenção do trabalho de engenheiros em canteiros de obras em Cascavel

Por meio de dois decretos, as atividades da construção civil foram mantidas, com regras que garantem a integridades dos trabalhadores

9 de abril de 2020, às 18h12 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Foto: Freepik.

A Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat) em Cascavel, no oeste do Paraná, está solicitando às indústrias e às empresas da construção civil de grande porte da cidade que elaborem um “Plano Interno de Contingência do Coronavírus”, descrevendo as ações implementadas para a prevenção da Covid- 19.

Engenheira Civil e empresária Maria Estela Montini em sua participação durante o 45° EPEC

A Engenheira Civil e empresária Maria Estela Montini, que também é coordenadora do colégio de inspetores do Crea-PR, aprova as medidas adotadas pela Prefeitura por meio dos decretos municipais. “A construção civil em Cascavel está organizada com esse plano de contingência para poder prevenir o contágio do Coronavírus, mas também evitar que haja a paralisação nos canteiros de obras”, explica.

Ainda segundo a engenheira, a maioria das medidas já são seguidas pelas empresas, mas por meio dos decretos elas se aprofundam para tentar conter a pandemia. “Nós aprovamos essas medidas que são necessárias para que a cadeia da construção civil possa continuar trabalhando. Sem essas ações específicas, as obras poderiam ser paralisadas, além disso, essas medidas são necessárias para a prevenção e garantia da integridade dos trabalhadores bem como a de seus familiares e da comunidade de uma forma geral”, conclui.

Cuidados redobrados

A exigência dos planos de contingência está especificada em dois decretos municipais, publicados nos dias 3 e 19 de março, com orientações sobre medidas de segurança que estabelecimentos e prestadores de serviços devem tomar. Entre as medidas de proteção está a quantidade de profissionais que devem atuar durante a execução do serviço, a flexibilidade e o escalonamento no horário das refeições, o transporte dos trabalhadores e a troca de turnos.

Segundo os decretos, estabelecimentos industriais e da construção civil que tenham até 50 colaboradores devem intensificar os cuidados preventivos de combate à Covid-19, e empresas de grande porte devem enviar à Visat o Plano Interno de Contingência do Coronavírus.

A Visat já recebeu Planos de Contingência de diversas empresas com mais de 100 funcionários, supermercados, construtoras, indústrias entre outras. “Não está estabelecida uma data final para a entrega, mas nas empresas que são normalmente inspecionadas pela Vigilância em Saúde do Trabalhador nós temos solicitado os planos por meio de uma recomendação técnica”, finaliza Gehlen.

Construção civil no estado

Em Curitiba as obras seguem normalmente, todavia com algumas orientações extras de segurança. Em Ponta Grossa a construção civil é considerada atividade essencial, portanto, as atividades funcionam normalmente, respeitando as regras de prevenção para garantir a segurança do trabalhador.

Em Londrina e Guarapuava as obras públicas, de interesse social, também seguem normalmente. Em Apucarana as atividades estão liberadas, mas com limitação de trabalhadores por turno.

Em Pato Branco, no sudoeste, as obras na construção civil continuam em operação, respeitando os critérios estabelecidos no decreto municipal. Já em Francisco Beltrão, o decreto municipal suspendeu as obras de construção civil privadas com mais de três trabalhadores envolvidos diretamente na execução.

Já as atividades da construção civil em Maringá estão paralisadas, assim como outros setores, desde o dia 20 de março, por conta de um decreto municipal, entretanto a construção civil será retomada, com restrições, a partir do dia 13 de abril.

 

Geovana Diesel

Assessora de Imprensa do Crea-PR / Regional Cascavel


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *