Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/30656>.
Acesso em 05/03/2021 às 00h56.

Estudante de Engenharia Mecânica constrói respirador pulmonar de baixo custo

Ederson Machado de Oliveira, de Umuarama, projetou e construiu o equipamento em 12 dias, nas horas de folga

25 de abril de 2020, às 16h45 - Tempo de leitura aproximado: 2 minutos

Diz o ditado que a necessidade é a mãe de todas as invenções. E a persistência e dedicação de um estudante de Engenharia Mecânica de Umuarama, noroeste do Paraná, resultaram em um ventilador pulmonar de baixo custo. O equipamento foi construído nas horas de folga – ele trabalha como soldador em uma indústria e estuda à noite, na Unipar. A jornada exigiu deixar de lado o tempo de descanso e dormir menos. “Da ideia ao protótipo, foram 12 dias, trabalhando apenas nas horas de folga”, conta Ederson Machado de Oliveira.

O estudante do segundo ano de Engenharia Mecânica e integrante do Programa CreaJr-PR, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), contou com apoio dos professores da Unipar, Patrik Américo Polizello Lopes (do curso de Engenharia Mecânica) e do médico Reinaldo Higashi Yoshii (do curso de Medicina Humana). “Também agradeço o apoio do empresário Edison Murilo, proprietário de uma tornearia da cidade, que permitiu usar suas máquinas para a construção do equipamento”, completa.

Oliveira explica que o equipamento está na segunda versão, que foi testada em um pulmão artificial na UTI do hospital Cemil, de Umuarama. “A intenção foi verificar a durabilidade e confiança do equipamento, que precisa funcionar ininterruptamente por várias semanas, conforme os casos”, detalha.

O estudante aponta que buscou as especificações técnicas que o ventilador pulmonar deve ter, junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para reduzir custos, vários sensores de monitoramento foram deixados de fora do protótipo. “Como será utilizado em UTIs, e haverá acompanhamento 24 horas por dia, os parâmetros serão monitorados por outros aparelhos. Mas, o ventilador consegue fazer o ajuste de entrada de oxigênio, de 21% a 100%”, exemplifica.

A produção do protótipo foi calculada em R$ 4 mil (respiradores pulmonares podem custar 20 vezes esse valor ou mais, dependendo das funções) e Oliveira tem a intenção de produzir ele próprio o equipamento. “A ideia é de, ao terminar os testes, se tudo der certo, produzir até 30 aparelhos por mês.”

No momento, o estudante prepara o manual do ventilador pulmonar e a respectiva documentação, para envio à Anvisa, que poderá autorizar a produção.

O CreaJr-PR

O programa é aberto a todas as instituições de ensino paranaenses, tanto as de nível superior quanto as de nível tecnológico. Todos os estudantes de cursos relacionados ao Sistema Confea/Crea de instituições de ensino paranaenses, devidamente matriculados, podem participar, gratuitamente.

Os interessados podem acessar o Blog do CreaJr-PR(https://creajrpr.wordpress.com/). Em tempos de isolamento social, para o combate ao Covid-19 (novo coronavírus), as reuniões presenciais estão suspensas preventivamente. Mas, as demais atividades de cadastro e serviços online estão funcionando normalmente.

 

Antonio Menegatti

Assessor de Imprensa do Crea-PR / Regional Pato Branco


Comentários

  1. Gilberto Balestra disse:

    Excelente iniciativa Ederson,….. Parabéns!
    Enquanto muitos observam e aproveitam a situação da pandemia para agravar o caos no país, você teve o empenho de melhorar as condições de custos de um aparelho caríssimo.
    Torço para que seu desempenho tenha sucesso…..

  2. Fico muito honrado em saber a preocupação de um jovem com a saúde, e também por ser parente.
    Deus te ilumine e te abençoe sempre.

  3. Dayanne disse:

    Parabéns meu amor! Eu e seu filho estamos muito orgulhosos de vc! Te amamos!!

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      🤩

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *