Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/31650>.
Acesso em 12/08/2020 às 03h34.

11/06, Crea-PR comemora seus 86 anos!

11 de junho de 2020, às 6h00 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Capacete de engenharia à esquerda, à direita a frase

Hoje comemoramos os 86 anos do Crea-PR! Desde a nossa fundação muita coisa mudou. Vimos a construção de cidades, de usinas, de lares e também de sonhos! Acompanhamos diversas transformações tecnológicas e crescemos com cada uma delas. Somos referência em modernidade, inovação, ética e eficiência, sempre comprometidos com as necessidades de nossos engenheiros, agrônomos, profissionais das geociências e da sociedade.

São 86 anos de inovação e trabalho por uma sociedade mais segura!

“É uma honra muito grande estar na presidência do Crea-PR durante o seu aniversário de 86 anos, principalmente por estar auxiliando o Crea a passar por este momento complicado. Tem sido um ano difícil, mas nós não paramos! Nossos números e o nosso mural de elogios nos provam que mesmo durante a dificuldade remota que a pandemia nos impôs, conseguimos driblar-la. É um momento diferente, é uma gestão diferente, boa parte dela remota, e nós nos orgulhamos desse nosso comprometimento de conseguir manter o Conselho operando tranquilamente, atendendo nossos profissionais. Agradeço a todos que estão participando desta gestão ao meu lado, desde colaboradores a conselheiros, quero agradecer a todos que estão contribuindo para que o nosso Crea continue sendo uma das referências no país. Parabéns ao Crea-PR!”, comemora o presidente em exercício do Crea-PR, Eng. Agr. Osvaldo Danhoni.

Primeira Ata

E para comemorar esta trajetória de conquistas dentro da história do Paraná, compartilhamos a Ata da primeira reunião do Plenário do Crea-PR, datada de 1934, direto do nosso arquivo do Conselho.

Confira:

Ata da sessão de posse dos Exmos Snrs. Conselheiros eleitos para constituírem o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura da Sétima Região

Foto da primeira ata do Crea que, na época, era escrita à mão
Foto da primeira ata do Crea que, na época, era escrita à mão

Às vinte horas e meia do dia onze de junho de mil novecentos e trinta e quatro, estando presentes na sede do Instituto de Engenharia do Paraná vários engenheiros desta região, e todos os Exmos. Snrs Conselheiros eleitos, engenheiros civis Arnaldo Izidoro Beckert, Adriano Gustavo Gonlin, Eduardo Fernando Chaves, Alexandre Gutierrez Beltrão, João Moreira Garcez, Linneu Amaral, Carlos Ross, Antônio Batista Ribas, e Durval de Araújo Ribeiro, os três primeiros pela Faculdade de Engenharia e os restantes pelo Instituto, na forma da lei e obedecendo as determinações da resolução número dois, de vinte e três de abril de mil novecentos e trinta e quatro, do Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura; foi por nós presidente, declarada aberta a sessão de posse e instalação do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura da Sétima Região com sede nesta Capital. Depois de breves palavras com as quais, digo, por meio das quais nos congratulamos com os engenheiros do Paraná pela brilhantíssima vitória alcançada pela classe, graças ao espírito esclarecido do Exmo. Snr Chefe de Governo Provisório da República, que em boa honra cercou os engenheiros brasileiros das garantias necessárias à expansão das suas atividades, em defesa dos próprios interesses da nação, depois de breves palavras declaramos empossados os Exmos Snrs. Conselheiros acima mencionados e fizemos, em seguida, um apelo aos engenheiros presentes, no sentido de auxiliarem o conselho a cumprir a sua dificílima missão, em beneficio não somente da nossa classe como também e principalmente de toda a sociedade, até agora explorada, inexplicavelmente, pela ignorância que arvorou em sabedoria, comprometendo a todos perante o juízo das gerações futuras. Nada mais havendo a tratar, declaramos encerrada a sessão, na qual lavramos a presente ata, que vai por nós, presidente do Conselho, assinada e datada, pelos Exmos Snrs. Conselheiros empossados, e pelos engenheiros presentes.

Curitiba, 11 de junho de 1934

Aviltamento: ao ser lida e submetida a aprovação a presente ata o conselho, por maioria deliberou ficar excluída a frase “pela ignorância que se arvorou em sabedoria”.

Curitiba, 11 de junho de 1934.

Flávio Suplicy Lacerda – Presidente

Arnaldo Izidoro Beckert,  Conselheiro

Adriano Gustavo Goulin, Conselheiro

Alexandre Gutierrez Beltrão, Conselheiro

Eduardo Fernando Chaves, Conselheiro

Linneu Ferreira do Amaral, Conselheiro

João Moreira Garcez, Conselheiro

Carlos Ross, Conselheiro

Antônio Baptista Ribas, Conselheiro

Durval de Araújo Ribeiro, Conselheiro

 


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *