Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/32369>.
Acesso em 12/08/2020 às 03h47.

Live Crea-PR – As novas Diretrizes Curriculares de Engenharia

29 de julho de 2020, às 10h58 - Tempo de leitura aproximado: 4 minutos

Com o tema “Diretrizes Curriculares Nacionais da Engenharia”, o Crea-PR realiza na semana que vem a sua segunda live no Facebook.

O debate sobre este importante tema ocorrerá dia 06 de agosto, às 16 horas, na nossa página oficial.

Confirme presença em nosso evento e participe!

Saiba mais sobre os participantes:

Vanderli Fava de Oliveira

Currículo: Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF (1979), Mestrado (1993) e Doutorado (2000) em Engenharia de Produção pela Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro – COPPE/UFRJ, Pós-Doutorado (2009) em Educação em Engenharia pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Aposentado desde março de 2018, continua como Professor Titular Convidado da UFJF. Presidente eleito da Associação Brasileira de Educação em Engenharia ABENGE desde janeiro de 2017. Avaliador de Cursos e de Instituições do INEP/MEC. Foi membro da Comissão Técnica de Acompanhamento e Avaliação (CTAA) INEP/MEC (2009/2015), membro da Comissão do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes – ENADE 2005, 2008, 2011 e 2014 – INEP/MEC, Multiplicador do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES (2007), Avaliador de Cursos do Sistema ARCU-SUR (Sistema de Credenciamento Regional de Cursos de Graduação em Engenharia dos Estados Partes do MERCOSUL e Estados Associados) e membro da Comissão de Especialistas em Engenharia de Produção do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – CONFEA, no convênio CONFEA/ABENGE/MEC. Criador e Coordenador das Sessões Dirigidas do ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) de 2007 a 2014. Criador e Coordenador das Sessões Dirigidas do COBENGE (Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia) de 2007 a 2017. Diretor da ABENGE (2011 a 2016), Presidente da Associação Brasileira de Expressão Gráfica ABEG (2000-2003), membro do Grupo de Trabalho de Graduação da Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) de 2001 a 2016. Diretor da ABEPRO (2005-2007), Presidente do Fórum Mineiro de Engenharia de Produção FMEPRO (2005-2009), Presidente da Associação dos Professores de Ensino Superior de Juiz de Fora – APES-JF (1986-1988), Secretário da Associação Nacional de Docentes do Ensino Superior – ANDES (1988-1989). Foi Diretor de Assuntos Comunitários da UFJF de 1994 a 1996 quando coordenou a implantação e regulamentação da Assistência Estudantil na UFJF e implantou a Diretoria de Avaliação Institucional da UFJF e foi seu Diretor de 2011 a 2016. Coordenou a implantação do Curso de Engenharia de Produção da UFJF em 2000 e foi seu Coordenador até 2010. Durante esse período o curso conquistou nota máxima no ENADE em todas as suas edições, conquistou 5 estrelas no Guia do Estudante e implantou a Empresa Júnior (MAIS Consultoria) a primeira de Engenharia a ser certificada ISO 9001 no país. Até 2015 foi homenageado (paraninfo/patrono) por 11 turmas de formandos no curso de Engenharia de Produção da UFJF. Um dos 18 ex-alunos da Faculdade de Engenharia homenageado pelo Diretório Acadêmico de Engenharia no centenário da Faculdade (1914/2014). Foi homenageado por serviços prestados à Engenharia de Produção Mineira no VIII EMEPRO (Encontro Mineiro de Engenharia de Produção) realizado na UNIFEI (07 a 09 jun 2012). Foi também agraciado com a “MENÇÃO HONROSA ABEPRIANA” no ENEGEP 2012 realizado em Bento Gonçalves – RS. Foi homenageado no dia 11 de dezembro de 2017 com o prêmio Personalidade da Tecnologia 2017, área de Educação pelo Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo (SEESP). Foi condecorado em 13 de dezembro de 2019 com a medalha Juscelino Kubitschek, a maior horaria concedida pela UFJF.

Dante Alves Medeiros Filho

Currículo: Engenheiro Civil pela Universidade Estadual de Maringá, Mestre em Engenharia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Doutor em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. É professor do Departamento de Informática desde 1985 é Fundador do Programa de Mestrado em Ciência da Computação e do Programa de Mestrado em Engenharia Urbana da Universidade Estadual de Maringá. Foi Diretor Cultural da AEAM – Associação de Engenheiros e Arquitetos de Maringá 1991-1992. Foi membro titular da Comissão de Educação do CREA-Pr de 2005 a 2010. Foi presidente da Comissão de Educação do CREA-Pr em 2007 e 2008. Foi diretor do centro de Tecnologia da Universidade Estadual de Maringá por duas gestões 1992-1996 e 2004 a 2008. Foi Chefe do Departamento de Informática 2015-2018. Atualmente é conselheiro titular do CREA-PR e Coordenador da comissão de Educação e Atribuição Profissional do CREA-PR. Foi agraciado pela Medalha do Mérito do Sistema CONFEA. Indicado como Paraninfo Geral dos Formandos da UEM no ano de 2016 e no ano de 2019. Possui diversas publicações nas áreas de Computação Gráfica, Interação Humano Computador, Semiótica e Tecnologia Educacional.

 

Milton Vieira Junior

Currículo: Presidente – Gestão 2014/2015 e 2016/2017 da Associação Brasileira de Engenharia de Produção; Estudou Engenharia de produção mecânica na instituição de ensino EESC-USP.

 

Gil Eduardo Guimarães

Currículo: Engº Mecânico formado pela Escola de Engenharia de São Carlos – USP; Mestre e Doutor em Engª de Materiais pela USP; Pós – Doutorado em Engª de Produção pelo Núcleo de Inovação e Competitividade – UFSM; Especialista, pesquisador e consultor em Engª de Produção nas áreas de Lean Manufacturing e Lean Healthcare, Sistemas Avançados e Manufatura, Indústria 4.0 e Ensino de Engenharia; Membro do Grupo de Trabalho de Graduação da ABEPRO – Associação Brasileira de Engª de Produção; Indicado pela ABEPRO para a Comissão Nacional de elaboração e implantação das Novas DCNs para Engenharias – MEC – CNI – CONFEA – ABENGE; Atualmente é professor/pesquisador na UNICRUZ – RS, onde coordena o curso de Engª de Produção.

 

 


Comentários

  1. Paulo Roberto Barbosa disse:

    Na live serão discutidos a inclusão dos tecnólogos no sistema contra.
    Por que a única atribuição que temos é pagar anuidade!

  2. Geraldo Majella Guimaraes disse:

    Engracado! Não temos mineração no Paraná, não? A mineração é a base das outras indústrias e merece o reconhecimento devido.

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      Olá, Geraldo. Tudo bem?

      Mas o que a questão da mineração tem a ver com a Live do Crea sobre as novas DCNs?

      1. Renato Teruo Ikeda disse:

        Apesar de não ter nada a ver com a live proposta, a resposta da assessoria foi extremamente ríspida e totalmente sem o menor bom senso.
        Ao invés de direcionar e motivar o cidadão para participar, simplesmente eliminou diversos propensos expectadores….

        1. Comunicação Crea-PR disse:

          Olá, Renato. Tudo bem?

          Não fomos ríspidos, fizemos uma pergunta no intuito de entender o questionamento do profissional, já que a pergunta não tinha muito a ver com o tema da postagem.

          Em nenhum momento tivemos maldade na resposta, só não entendemos o questionamento.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *