Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/33320>.
Acesso em 28/11/2020 às 02h58.

Crea-PR utiliza cruzamento de dados para planejamento das fiscalizações na safra de verão

Estiagem no estado fez com que produtores postergassem o plantio das culturas de verão; fiscais irão a campo verificar responsabilidade técnica

20 de outubro de 2020, às 12h00 - Tempo de leitura aproximado: 2 minutos

O Crea-PR está com o planejamento pronto para as fiscalizações da safra de verão nas lavouras de todo o estado. Com a escassez de chuvas no inverno e também no início da primavera, os produtores rurais retardaram o plantio das culturas de verão, especialmente soja, milho e feijão.

As chuvas registradas recentemente contribuíram para que muitos agricultores dessem prosseguimento ao plantio. Paralelamente, a equipe de fiscalização do Crea-PR tem feito levantamentos prévios e previsões para ações direcionadas nas áreas produtivas durante todo o último  trimestre deste ano.

O gestor de fiscalização da Câmara Especializada de Agronomia (CEA) do Crea-PR, Engenheiro Agrônomo Orley Jair Lopes, relata que foi encerrado recentemente o trabalho de fiscalização da safra de inverno, com 2.200 fiscalizações realizadas no Paraná. Em paralelo, o Departamento de Fiscalização (Defis) do Conselho já deu sequência para as culturas de verão. “Alertamos os produtores, junto com entidades de classe, para que os responsáveis técnicos pelas lavouras procurem encaminhar os projetos e fazer o recolhimento das ARTs (Anotações de Responsabilidade Técnica). Fica também o alerta aos produtores, para que contem com profissionais habilitados, pois o Crea-PR vem intensificando a fiscalização.”

Orley reforça que os fiscais do Conselho têm usado bases de dados por meio de convênios com a Copel, Adapar, Incra e Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (por meio do seguro rural). “Além disso, foi implantado em agosto passado o sistema de georreferenciamento declaratório em alguns tipos de ARTs, com coordenadas em GPS. Tudo isso resulta na fiscalização inteligente e assertiva”, completa o gestor.

O Conselheiro do Crea-PR, e Presidente da Federação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná, Engenheiro Agrônomo Clodomir Luiz Ascari, destaca que a fiscalização nas propriedades rurais tem o intuito de proteger a sociedade. “A Agronomia vivenciou, nos últimos anos, uma revolução. Muitas mudanças positivas, com melhoria genética e aumento da produtividade. A tecnologia está chegando ao campo, mas a presença do profissional habilitado é fundamental para que os resultados sejam obtidos”, observa.

Clodomir reforça que o agronegócio brasileiro produz alimentos para mais de um bilhão de pessoas no planeta. “A fiscalização busca proteger a sociedade, com a produção de alimentos seguros”, finaliza o Engenheiro Agrônomo.

 

Dia do Agrônomo

No dia 12 de outubro foi celebrado o Dia do Engenheiro Agrônomo. A profissão foi regulamentada pelo Decreto n° 23.196, em 1933 e há profissionais atuando no campo, nas universidades, nos órgãos públicos e na iniciativa privada. Com o trabalho destes profissionais, o Brasil desenvolve uma agricultura com alta produtividade, eficiência e sustentabilidade.

Atualmente, o Paraná conta com 61 cursos de graduação em Agronomia registrados no Crea-PR e 16.347 profissionais.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *