Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/33878>.
Acesso em 17/01/2021 às 07h03.

Importância das Entidades de Classe para o desenvolvimento regional

Pelo presidente da AEAPB Engenheiro Agrônomo Edson Roberto Silveira

7 de dezembro de 2020, às 22h48 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

As entidades de classe tem um papel fundamental na qualificação, valorização e integração dos profissionais.  Para manter sua relevância, uma entidade de classe precisa estar atenta aos cenários e de que forma eles impactam o cotidiano das comunidades e dos associados. Novas tecnologias e mais seguras, tem oferecido um aumento significativo na produtividade, exigido maior qualificação profissional e a busca de redução de impactos ambientais.

Neste ano de 2020 a AEAPB-Associação dos Engenheiros Agrônomos de Pato Branco, tem atuado em diferentes frentes, buscando a informação e a capacitação profissional, tanto é que está em elaboração a oitava edição da Revista Técnica da AEAPB denominada Agronomia em Debate, a qual traz matérias que dialogam com os novos desafios e dilemas enfrentados pelo profissional como a conservação do solo, a mecanização e a agricultura de precisão e de que forma os profissionais contribuem com os avanços tecnológicos no desenvolvimento da agropecuária.

Além disso palestras técnicas no formato digital sobre temas relevantes como o uso de sistemas integrados de produção, integração lavoura e pecuária, adubação de sistemas em grandes culturas no plantio direto já foram  realizadas, além de enfatizar produtos da agricultura familiar e sobre a segurança no uso de produtos agroquímicos. Todos os projetos executados pela AEAPB, como palestras, viagens e revistas, contam com auxilio financeiro do CREA-PR e da Mútua-PR, obtidos através de Termos de Fomento e de Colaboração.

A AEAPB age proativamente na informação e formação profissional, neste ano publicou uma tabela de honorários profissionais participou de atividades nas Instituições de Ensino Superior, como os cursos de Agronomia da UTFPR e Mater Dei, debateu a agenda parlamentar com os candidatos a prefeito ofertando sugestões para a gestão futura do munícipio e tem se destacado entre as entidades de classe do Paraná tendo sido premiada em primeiro lugar entre as médias entidades pelo terceiro ano consecutivo.

Ao engenheiro agrônomo do mundo contemporâneo estão reservadas muitas oportunidades e é preciso estar atento às transformações que estão ocorrendo na mobilidade e conectividade, para atender de modo eficiente consumidores cada vez mais exigentes e seletivos, na produção de alimentos, fibras e energia.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *