Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/36193>.
Acesso em 06/05/2021 às 22h50.

Colégio de Instituições de Ensino realiza reunião para debater plano de gestão 2021-2023

8 de abril de 2021, às 19h04 - Tempo de leitura aproximado: 5 minutos

Aconteceu nesta quinta-feira (8) a 12° reunião do Colégio de Instituições de Ensino (CIE), primeira desse novo mandato dos coordenadores regionais, escolhidos nas reuniões de Governança Cooperativa em março. O gerente do Departamento de Relações Institucionais (DRI) do Crea-PR, Claudemir Prattes, conduziu o encontro, que ocorreu de maneira virtual. O presidente do Crea-PR, engenheiro civil Ricardo Rocha, deu as boas vindas aos novos participantes desse Colegiado, agradeceu a todos que já participaram até o momento e disse que considera “fundamental o apoio desse Colégio de Instituições de Ensino, instituído no primeiro ciclo da minha gestão a frente do Crea-PR”.

A primeira pauta foi a eleição do novo coordenador estadual do Colégio de Instituições de Ensino e seu adjunto. Foram eleitos por aclamação como coordenador o professor engenheiro civil Leandro Vanalli, e como coordenador-adjunto o engenheiro agrônomo José Abramo Marchese. Vanalli agradeceu ao gerente Claudemir “por todo o apoio e também a todo esse grupo comprometido. Pretendemos nos aproximar cada vez mais das Instituições de Ensino, que possamos servir o bem público e a sociedade para o fortalecimento de todo o sistema”. Marchese agradeceu “a confiança e se colocou à disposição do Colégio para desenvolver este trabalho”.

O diretor da Mútua (Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas), engenheiro civil Julio Russi, destacou que a entidade está “viabilizando parcerias com as instituições de ensino. Usufruam dessas parcerias da Mútua, que oferece uma série de benefícios que podem ser concedidos às entidades de ensino para que os profissionais sejam fortalecidos”. No site da Mútua estão contempladas todas essas parcerias e uma das exigências é o registro no Crea. A entidade já conta com mais de 6 mil profissionais associados no estado. O presidente Ricardo comenta sobre a importância de um desses benefícios, a previdência privada TecnoPrev. “Os novos profissionais estão vivendo um ciclo diferente de previdência e aconselho que esses jovens tenham uma previdência privada, porém sem deixar de contribuir com a pública, mas sabendo que ela impõe um limite que pode ser baixo para um padrão de vida que se quer ter”.

Outro assunto bastante comentado foi sobre o registro de cursos no Crea-PR, que é de extrema importância, pois determina as atribuições profissionais do egresso, ou seja, as atividades que está autorizado a exercer depois de sua formação. A coordenadora da Comissão de Educação e Atribuição Profissional do Crea-PR (Ceap), engenheira civil Ligia Rachid, explica que “é importante passar ao futuro engenheiro as funcionalidades do Crea-PR e suas parcerias, regulamentações e os níveis de atuação profissional”. Ela ressalta também: “estamos elaborando um manual de procedimentos para a aplicação da Resolução 1.073/2016, que trata dos cursos de graduação e especialização, lacto sensu e estricto sensu, tendo a possibilidade de aumentar as atribuições dos egressos”.  No manual irão constar todas as explicações de como deve ser o preenchimento do cadastro dos cursos. Ligia frisa a importância “dos estágios supervisionados, eles devem ter a chancela de um profissional registrado no Confea/Crea, e isso é uma das coisas que devemos reforçar”.

O gerente Claudemir comentou sobre o Prêmio Melhores Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) e desafia: “ampliar o número de TCCs cadastrados e superar o número de 2020, lembrando que o prazo para indicação é dia 2 de maio, e cada coordenador de curso pode inscrever até dois trabalhos para o prêmio”.

Foi debatido também sobre o Fórum de Docentes e Discentes, evento anual promovido pelo Crea-PR, em parceria com as Instituições de Ensino, que reúne docentes e discentes de cursos afetos ao Sistema Confea/Creas (áreas de Agronomia, Engenharia e Geociências), além de dirigentes das Instituições de Ensino, Conselheiros Regionais e Federais, dirigentes do CreaJr, entre outros. A previsão é realizar nos dias 28 e 29 de setembro, e ainda está por definir se será presencial ou on-line. Em relação à comissão organizadora, além dos membros da Ceap, o CIE indicou três participantes: o coordenador estadual, membro nato, Leandro Vanalli, a coordenadora do CIE Regional Cascavel, engenheira civil Débora Felten, e a coordenadora do CIE Regional Ponta Grossa, engenheira civil Margoline Giacchini.

O gerente do DRI também comentou sobre o lançamento do novo site do CreaJr-PR, previsto para dia 14 deste mês. “A identidade visual dele está bem mais moderna, ficou mais simplificado e bem interativo”, e finaliza comentando que “80% da coordenação regional da comissão acadêmica é composta por mulheres”. Hoje são no estado aproximadamente 80 cursos com membros do CreaJr e “a meta é ter o maior Programa do Brasil, com o maior número de membros”, diz o gerente.

O presidente Ricardo ressalta: “estamos em um período desafiador, os estudantes enfrentam problemas para realizar as atividades práticas, já estamos há um ano nessa pandemia, interrompendo aulas, situações que deixarão anos e anos de reflexos. Passamos por um período emergencial mas por outro lado esse meio virtual facilita a participação de mais pessoas nos encontros e eventos”.

O CIE tem previstas reuniões mensais até o final do ano.

Colégio de Instituições de Ensino

O Colégio de Instituições de Ensino faz parte da estrutura básica da Governança Cooperativa do Crea-PR, que corresponde a um sistema integrado que objetiva a aproximação e a inter-relação entre inspetores, conselheiros titulares e suplentes e administração do Conselho, e destes com as Entidades de Classe, Instituições de Ensino, profissionais, empresas, órgãos públicos e sociedade, através de uma estrutura formal e sistematizada de encontros regionais.

O CIE consiste na reunião entre representantes do Crea-PR e coordenadores de cursos registrados no Crea-PR. O grupo possui como finalidade principal a aproximação e a inter-relação entre os coordenadores de cursos tecnológicos afetos ao Sistema Confea/Crea e a administração do Crea-PR, proporcionando a discussão e a harmonização de entendimentos acerca do processo de formação profissional, registro profissional e concessão de atribuições.

São atribuições do Colégio de Instituições de Ensino:

I. Propor às Plenárias dos Colegiados Regionais a criação de Grupos Temáticos por meio de Plano de Trabalho;

II. Tomar ciência e debater acerca de assuntos relacionados à formação profissional, registro profissional e concessão de atribuições;

III. Tomar ciência e debater acerca de temas de interesse das Instituições de Ensino que possuam cursos tecnológicos afetos ao Sistema Confea/Crea.

Texto: Débora Reusing – Comunicação Crea-PR


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *