Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/393>.
Acesso em 02/06/2020 às 03h12.

Infraestrutura de transportes é tema de debate em Curitiba

25 de abril de 2011, às 16h54 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

A Associação Nacional das Empresas de Obras Rodoviárias – Aneor, presidida por José Alberto Pereira Ribeiro, promoveu nesta segunda e terça-feira em Curitiba o II Seminário Infraestrutura de Transportes do Estado do Paraná, para promover um intercâmbio entre os integrantes da comunidade técnica e da cadeia produtiva do setor e discutir temas relevantes da infraestrutura viária, desde a tecnologia até a capacitação de mão de obra.

Com o apoio da Associação Paranaense dos Empresários de Obras Públicas (Apeop-PR) e do Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado do Paraná (Sicepot-PR), o evento foi prestigiado por Ricardo Barros (secretário de indústria e comércio do Estado do Paraná), Luiz Antonio Pagot (diretor-geral do Dnit), José Richa Filho (secretário de Infraestrutura do Estado do Paraná), pelo ex-governador Emílio Gomes, pelo presidente do CREA-PR, eng. agr. Álvaro Cabrini Jr, Rodrigo Vilaça (diretor-executivo da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), Djalma Martins Pereira (Engefoto), Mário Henrique Furtado Andrade (Universidade Federal do Paraná / UFPR), Marcílio Augusto Neves (consultor do BID e BIRD) e Armando Morilha Junior (Aneor), além de representantes do Porto de Paranaguá e profissionais.

“O Paraná possui a mais extensa malha rodoviária da Região Sul, com cerca de 120 mil km de rodovias, modal que responde por cerca de 75% de sua matriz de transporte. Além disso, abriga o terceiro maior porto do Brasil e tem o quinto maior PIB do País, impulsionado pelo agronegócio, indústria automotiva e o setor de máquinas e equipamentos. Isso tem exigido cada vez mais investimentos em infraestrutura e a intermodalidade do setor de transportes, daí a importância da sua discussão e aprimoramento”, diz José Alberto Pereira Ribeiro.

No programa do encontro, foram debatidas as novas tecnologias em pavimentação asfáltica, avaliação de pavimentos com subsídio para a gestão de malhas pavimentadas, a formatação de programas de financiamento, a importância da gerência de pavimentos urbanos e rodoviários e do HDM-4, além da apresentação dos programas de obras federais no Estado, as perspectivas de Intermodalidade de Transportes no Estado do Paraná e no município de Curitiba e a Interação entre os entes Federal, Estadual e Municipal.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *