Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/41048>.
Acesso em 19/09/2021 às 02h44.

Prêmio Destaque Profissional 2021, confira os vencedores

14 de setembro de 2021, às 16h34 - Tempo de leitura aproximado: 15 minutos

Todo ano, celebramos os profissionais das Engenharias, Agronomia e Geociências com o Prêmio Destaque Profissional. Em 2021, a iniciativa dos nossos Colégios de Entidades de Classe (CDER), de Instituições de Ensino (CIE) e de Inspetores (CDIN) homenageia 23 profissionais de todo o Estado nas categorias: Educador Destaque, Carreira Destaque e Profissional Destaque. Eles representam as oito regionais do Crea-PR: Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Apucarana, Curitiba, Pato Branco, Cascavel e Guarapuava. Há três categorias: Educador Destaque, Carreira Destaque e Profissional Destaque.

Com o Prêmio Destaque Profissional, buscamos identificar valores morais e éticos que contribuíram ou contribuem para a sociedade e também divulgar comportamentos que podem inspirar as ações de indivíduos e organizações.

Confira esse e muitos outros textos em nossa página do LinkedIn

Que tal conhecer um pouco de cada um dos 23 premiados da edição 2021? Confira a reportagem completa abaixo:

Os vencedores representam as oito regionais do Crea-PR no estado: Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Apucarana, Curitiba, Pato Branco, Cascavel e Guarapuava. Há três categorias: Educador Destaque, Carreira Destaque e Profissional Destaque. “O objetivo é valorizar o bom exercício da atividade profissional. Na categoria Carreira, os critérios considerados são a solidez do profissional no mercado e sua história. Na Profissional, elegemos aqueles que mais tiveram relevância em algum trabalho que tenham executado e, na Educador, valorizamos profissionais que têm atuação importante na área acadêmica, reconhecido pelos seus pares e objetiva ainda a aproximação do Crea-PR com as Instituições de Ensino”, explica o Gerente de Relações Institucionais do Crea-PR, Claudemir Prattes, sobre a oitava edição do evento.

Prattes explica como funciona o processo de indicação e eleição. “Nós temos três colegiados que elegem os nomes indicados pelas Entidades de Classe e Instituições de Ensino. Esses colegiados são compostos por diretores de Entidades de Classe,conselheiros e inspetoresdo Crea-PR e ainda pelos diversos professores que atuam como coordenadores de cursos nas áreas afetas ao Sistema”. Os premiados receberão o reconhecimento durante o 47º Encontro Paranaense de Entidades de Classe (EPEC), agendado para acontecer entre os dias 11 e 12 de novembro, em Foz do Iguaçu. “Vamos fazer um evento híbrido. Convidaremos todos os vencedores para comparecerem presencialmente, se assim quiserem e tiverem disponibilidade, obedecendo, claro, a todos as medidas sanitárias estabelecidas pelas autoridades”, completa.

Premiados – Regional Apucarana

Em Apucarana, três profissionais foram eleitos nessas categorias. Edem Marcos Corbacho, graduado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Maringá em 1989, foi contemplado na categoria Profissional Destaque. “É com enorme satisfação e alegria que recebo essa homenagem como forma de reconhecimento ao trabalho realizado durante todos esses anos. Como profissional, me sinto honrado ao ser lembrado pelos colegas de profissão, e parabenizo o Crea-PR, na pessoa de seu Presidente, pela iniciativa em homenagear, incentivar e principalmente, valorizar os profissionais afetos ao sistema. Gratidão a todos”, disse o ex-presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Apucarana, que também foi Coordenador Regional pelo Colégio de Entidades de Classes do Paraná (CDER-PR) e inspetor no Crea-PR por dois mandatos.

A Engenheira Civil Adriana Macedo Patriota Faganello foi a mais votada da categoria Educador Destaque. “Fico muito feliz de ter sido primeiramente indicada e agora escolhida pra representar, através deste prêmio, muitos educadores que investem no processo de desenvolvimento de seus alunos. Ser educador hoje em dia, é oferecer experiências que vão muito além do âmbito intelectual e profissional, é ser responsável por estimular o ‘aprender a aprender’, a descobrir e construir o conhecimento, é levar o aluno a ter autonomia e responsabilidade como cidadão. Agradeço a todos que já trabalharam comigo e me ajudaram a construir essa caminhada e principalmente a iniciativa do Crea-PR. Parabéns pelo excelente trabalho que realizam e tenho certeza que juntos nos tornamos profissionais melhores”, comentou a professora que ministra aulas na Universidade Federal Tecnológica Federal (UTFPR) Campus Apucarana, graduada, especialista e mestre pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e doutora pela UTFPR Campus Curitiba.

Raquel Silva Rodrigues completa a lista dos premiados em Apucarana na categoria Carreira Destaque.  Engenheira Civil formada pela Universidade Unicesumar, foi Inspetora da Câmara Especializada de Engenharia Civil em Ivaiporã e é membro titular da Comissão de Ética da Associação dos Engenheiros do Vale do Ivaí (ASSEAVI). “Agradeço a oportunidade. Para mim, é o sentimento de gratidão estar recebendo este prêmio. Chegar até aqui é o que me inspira para sempre estar me aperfeiçoando e me capacitando para novos conhecimentos. E assim fazer o meu melhor na profissão que escolhi”, concluiu.

Premiados – Regional Cascavel

Na região oeste paranaense, três profissionais foram eleitos, dois de Cascavel e um de Marechal Cândido Rondon. Manoel Marcio Chaves é Engenheiro Agrônomo formado em 1977 e foi o vencedor da categoria Carreira Destaque. Ele foi gerente regional de diversas empresas, tais como Bunge, Trevo, Fertiza, Heringer, Copebrás, Mosaic e Atanor. Foi presidente da Associação Regional dos Engenheiros Agrônomos de Cascavel (AREAC) e, posteriormente, presidente da Federação das Associações dos Engenheiros Agrônomos do Paraná. Atua como docente de pós-graduações na região e ocupa o cargo de chefe do Núcleo Regional da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, em Cascavel.

“Estou muito lisonjeado. Essa premiação é fruto de uma carreira de mais de 40 anos, que me proporcionou muitas experiências valorosas. Estou agradecido pelo reconhecimento e tenho certeza de que o prêmio vem para colorir o meu currículo e dar ainda mais destaque à minha trajetória”, pontuou Manoel.

Já na categoria Educador Destaque, o vencedor foi Izan Gomes de Lacerda, Engenheiro Civil. Ele conta que foi surpreendido com a revelação, pois considera uma homenagem que coroa toda a trajetória.

“A emoção é enorme e sinto muito orgulho de receber esta homenagem. Esse reconhecimento que me é concedido neste momento, certamente coroa minha carreira que teve início no longínquo julho de 1977, quando comecei meu estágio em uma empresa de Engenharia e que, nesses últimos dez anos, também como professor, possibilitou disseminar os conhecimentos adquiridos com alunos de Engenharia Civil da FAG e de outras instituições”, ponderou Izan.

Na categoria Profissional Destaque, o reconhecimento foi para Alisson Ray Ostjen, Engenheiro Civil formado pela UTFPR, em 2014. Hoje, ele é Secretário de Coordenação e do Planejamento da prefeitura de Marechal Cândido Rondon e garante: o título recebido é bastante honroso e gratificante.

“Fiquei muito feliz com a indicação inicial e, agora, com o prêmio, fico ainda mais alegre e grato. É sempre muito bom ser reconhecido, ainda mais quando buscamos fazer um trabalho correto e justo. É um incentivo para que continuemos nessa jornada, com motivação e alegria”, enalteceu Alisson.

Premiados – Regional Curitiba

Em Curitiba, dois profissionais foram eleitos nas categorias Carreira Destaque e Profissional Destaque. Reinaldo José Rodrigues dos Santos, formado em Engenharia Civil pela UFPR em 1972, foi reconhecido na categoria Carreira. “Quando minha Entidade de Classe – a ABENC-PR – decidiu pela indicação de meu nome, fiquei muito satisfeito, pois é um reconhecimento de seus pares. Esta satisfação se somou à imensa alegria quando tive meu nome referendado por nosso Conselho. Nesta altura de minha vida profissional, aos 71 anos de idade, ter a honra de receber esta homenagem relativa à minha carreira, sem dúvida, é motivo de alegria e gratidão”, afirmou Santos. O profissional é membro do Crea-PR, da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, do Instituto de Engenharia do Paraná e da Associação Brasileira  de Engenheiros Civis.

O Engenheiro Florestal Marcelo Lubas recebeu o prêmio Profissional Destaque. Responsável técnico por sete convênios em quatro países (Moçambique, República Democrática do Congo, Espanha e Japão), Lubas tem uma vasta lista de reconhecimentos em sua trajetória profissional – entre os principais, Prêmio Fundação Banco do Brasil e Funarte. “Esse mérito faz toda a diferença. Como trabalho basicamente com a criação de coisas novas, esse reconhecimento abre portas. Não gosto de jogar o jogo que já está em andamento. Penso que esse prêmio é também um estímulo para que outros profissionais ousem e experimentem trilhar novos caminhos”, avaliaou Lubas.

Premiados – Regional Guarapuava

Na regional Guarapuava, três profissionais serão homenageados. Na categoria Carreira, o Engenheiro Florestal e diretor vice-presidente da Remasa Reflorestadora, Gilson Geronasso, foi o profissional eleito para receber o reconhecimento. “Estou honrado e gratificado com essa distinção de meus colegas de profissão. Construir uma carreira de sucesso é obra fácil quando gostamos e acreditamos no que fazemos, e baseamos nosso trabalho na ética, no respeito humano e na busca permanente do avanço social e tecnológico em nossas ações”, afirmou.

O Engenheiro Civil e professor do ensino médio e superior, José Antonio Wengerkiewicz, recebe a homenagem como Educador Destaque. “Fiquei muito feliz pelo prêmio recebido e extremamente agradecido e lisonjeado por meu nome ser lembrado e indicado pelos meus colegas Engenheiros e/ou Professores, muitos dos quais foram meus alunos de ensino médio e da graduação em Engenharia. Deixo também meu eterno agradecimento a Deus!”, agradeceu.

Por fim, na categoria Profissional Destaque, o Engenheiro Ambiental André Gembarowski é o homenageado do ano na regional Guarapuava. “Essa premiação é mais uma forma de inspiração e motivação para continuar desempenhando os trabalhos de Engenheiro Ambiental e dessa forma contribuir com o desenvolvimento socioeconômico e ambiental, que são o caminho norteador da nossa profissão. Fico extremamente satisfeito em receber esse reconhecimento”, avaliou.

Premiados – Regional Londrina

Em Londrina, três profissionais foram eleitos nas categorias. Carlos José Marques da Costa Branco, graduado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 1977, foi contemplado na categoria Profissional Destaque. “Eu não esperava a notícia. Fiquei surpreso e muito feliz. Meu sentimento é de gratidão por ter sido escolhido. Estou emocionado e honrado por representar um clube (Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina – CEAL), que é uma entidade muito importante em Londrina”, disse o membro do Conselho Consultivo e Coordenador da Câmara Especial de Representatividade do Sistema no CEAL.

O Engenheiro Civil Richard Poli Soares foi o mais votado da categoria Educador Destaque. “É com inefável gratidão aos colegas da nossa amada engenharia paranaense, ao depositarem o voto em mim; aos colegas da academia, os quais me proporcionam contínuo aprendizado; aos queridos discentes, que certamente me ensinam mais do que eu, que honrosamente recebo esse relevante prêmio”, comentou o professor que ministra aulas nos cursos de Direito, Enfermagem, Engenharia Civil e que tem mais de duas décadas de experiência em saneamento ambiental, além de diversas especializações e mestrado em Engenharia de Edificações e Saneamento.

Alfredo Braz da Costa Alemão completa a lista dos premiados em Londrina na categoria Carreira Destaque. “É um imenso orgulho ter sido escolhido nessa categoria. O Crea-PR é, sem dúvida, uma instituição de nome e credibilidade, e ter recebido esse prêmio do Conselho é um motivo de enorme satisfação. Nesses meus 35 anos de carreira, quase que na totalidade ligado ao IDR-PR, busquei sempre primar pela seriedade e fazer a diferença onde atuo. Eu só tenho a agradecer à Associação de Engenheiros de Ibaiti e a todos os colegas que se manifestaram positivamente por essa escolha. Também agradeço a toda minha família, que sempre me apoiou. Espero responder a confiança que foi a mim delegada”, concluiu.

Premiados – Regional Maringá

Em Maringá, três profissionais foram eleitos. Emanuel Fiorucci, graduado em Agronomia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 1978, foi contemplado na categoria Profissional Destaque. O agrônomo reside em Maringá desde 1980, mas é natural de Jandaia do Sul.

“Foi uma das maiores surpresas da minha vida. Estou muito contente e ainda não caiu a ficha. Me sinto realizado, pois sempre trabalhei e lutei pelo Crea e sou um dos participantes mais antigos da associação de Maringá.”, comemorou Fiorucci, que também possui especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho.

O Engenheiro Civil Nivaldo Barbosa de Lima foi o escolhido na categoria Carreira Destaque. Ex-inspetor e conselheiro do Crea-PR, Barbosa possui especialização em Construção Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e vasta experiência em obras com projetos residenciais, comerciais, industriais, educacionais e em shoppings.

“Esse prêmio é muito importante para mim, é o resultado de 33 anos de empresa e 37 anos ligado ao Crea. Sinto-me muito lisonjeado e é fruto do trabalho realizado durante todo esse tempo. O Crea-PR está de parabéns em homenagear profissionais destaques das regionais”, comentou o Engenheiro.

Já na categoria Educador Destaque, AntonioBelicanta completa a lista dos premiados em Maringá. Graduado em Engenharia Civil e Administração de empresas, Belicanta possui mestrado em Engenharia de Solos pela USP – Politécnica e doutorado em Engenharia Geotécnica pela USP de São Carlos, além de ter sido conselheiro do Crea-PR em duas gestões.

Atualmente, é professor no curso de Engenharia Civil na Universidade Estadual de Maringá (UEM). “Sinto-me honrado pela indicação como educador destaque e não tenho palavras para expressar a minha emoção e agradecimento. Considero tudo isso como uma gentileza daqueles que me indicaram, que se fazem até mais merecedores do que a minha pessoa. Quando conselheiro no Crea-PR, reafirmei a premissa do respeito mútuo, das necessidades da regulamentação e do conhecimento, caminhando lado a lado, fortalecendo o profissional, no sentido da busca do servir à sociedade antes de ser servido. É muito gratificante ver as Instituições de Ensino e o Crea procurarem esta forma de andar”, concluiu o Engenheiro AntonioBelicanta.

Premiados – Regional Pato Branco

Na Regional que abrange os municípios do Sudoeste, os premiados são de Francisco Beltrão, Realeza e Pato Branco.

José Fernandes Ghiraldi, Engenheiro Civil de Realeza, foi premiado na categoria Carreira Destaque. Com 45 anos de profissão, foi Inspetor-chefe na Inspetoria do Crea-PR em Realeza (1985-86 e 1991-92).Ghiraldi foi um dos líderes da mobilização que resultou na instalação de uma Inspetoria do Crea-PR em Realeza. Fundador e primeiro presidente da Associação dos Funcionários Públicos de Realeza e do Clube dos Engenheiros e Arquitetos de Realeza. Engenheiro responsável da Prefeitura de Realeza entre 2005 e 2013. Também foi o primeiro presidente da Associação de Engenheiros da Fronteira do Iguaçu (Assefi), nos anos de 1993 e 1994, e em outras duas gestões: 1994-1995 e 2018-2019. Fez parte dos fundadores do Rotary Club de Realeza e foi o terceiro presidente. Atualmente, preside o Conselho Administrativo da Associação Amigos da Saúde de Realeza.

“É uma grande honra, com 45 anos de carreira, ser homenageado pelo Crea-PR. Com a premiação, o Conselho busca reconhecer e se aproximar, cada vez mais, dos profissionais. O Crea é mais do que uma autarquia que fiscaliza o exercício das Engenharias, é um parceiro”, elogiou Ghiraldi.

William Cézar Pollonio Machado, de Engenheiro Químico de Pato Branco, foi homenageado como Educador Destaque. Mestre em Ciência de Alimentos e doutor em Geologia Ambiental, foi professor da Funesp, que acabou se transformando na UTFPR. Foi um dos líderes na mobilização para implantar o curso de Agronomia, em Pato Branco, que abriu portas para muitos jovens da região que não precisaram se deslocar a outras regiões. Atualmente, é professor da UTFPR – Campus Pato Branco.No sistema Crea-PR, foi Conselheiro titular do Crea em 1993-95, 2014-16 e 2016-19 e coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Química, Geologia e Minas.

“A indicação e a premiação são gratificantes por serem provenientes de parte dos colegas da nossa vivência no ensino universitário. Gratidão pela homenagem e pela iniciativa do Crea, que sempre procura maior aproximação com os profissionais e valorizá-los na sociedade, pois as Engenharias, Agronomia e Geociências ajudam a construir o país.”

Alexandre Roberto Sabadin, Engenheiro Civil de Francisco Beltrão, foi celebrado como Profissional Destaque. Sabadin foi presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Sudoeste do Paraná (Sudenge), entre 2011 e 2015. Também atuou como Conselheiro titular da Câmara Especializada de Engenharia Civil do Crea-PR, de 2017 a 2019.

“A premiação é o reconhecimento dos colegas profissionais, inspetores e conselheiros. Vejo também como o reconhecimento do sistema Crea, que rege as profissões relacionadas às Engenharias quanto à postura e conduta profissionais”, analisou Alexandre Roberto Sabadin.

Premiados – Regional Ponta Grossa

Em Ponta Grossa, três profissionais foram eleitos nas categorias. Lucas Bochnia, graduado em Engenharia Agronômica pelo Cescage, em 2008, foi contemplado na categoria Profissional Destaque. “Sinto-me honrado pelo reconhecimento e pela minha trajetória profissional até aqui. Agradeço a quem sempre apoiou minha carreira profissional e aos ensinamentos tão valiosos que recebi, pois sem eles não teria sido capaz de me tornar o que sou hoje”, disse.

O Engenheiro Civil Joel Larocca Junior, formado em 1973, em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e, em Arquitetura e Urbanismo, pela Universidade Positivo, em 2013, foi o mais votado da categoria Educador Destaque.

“O reconhecimento do Crea-PR mais que realiza, ele compensa todos os anos de esforço, em especial dos nossos alunos/as. Foi homenageado todo um grupo que plantou a primeira geração do nosso curso e incentivou a próxima geração para que nos supere”, comentou.

Manoel Marcelo da Silva Martins, Engenheiro Civil pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em 1984, completa a lista dos premiados em Ponta Grossa, na categoria Carreira Destaque. “Sou extremamente grato pelo reconhecimento do meu trabalho ao longo desses anos. Obrigada à Associação dos Engenheiros e Arquitetos pela indicação e aos queridos colegas pela aprovação”, concluiu.

Entrega oficial

Os premiados receberão o reconhecimento durante o 47º Encontro Paranaense de Entidades de Classe (EPEC), agendado para os dias 11 e 12 de novembro, em Foz do Iguaçu. O evento será híbrido e os vencedores que quiserem, poderão participar presencialmente.

Confira esse e muitos outros textos em nossa página do LinkedIn


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *