Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/41945>.
Acesso em 16/10/2021 às 18h44.

Campo Fácil valoriza esforços do pequeno produtor rural

Convênio do Crea-PR visa proporcionar assistência especializada

12 de outubro de 2021, às 18h34 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Unir esforços para valorizar o pequeno produtor rural local e sua produção, viabilizar o desenvolvimento de suas atividades e, assim, poder aperfeiçoar a qualidade da oferta de alimentos nos municípios. Essas são algumas das possibilidades que o convênio Campo Fácil, que integra o programa “Agenda Parlamentar – O Paraná em Debate”, do Crea-PR, proporciona.

O Campo Fácil surgiu em 1998 e faz parte dos Estudos Básicos de Desenvolvimento Municipal (EBDMs), que são propostas desenvolvidas por profissionais de Entidades de Classe parceiros do Crea-PR e sugerem o que é estratégico e essencial para cada região do Estado. As soluções elaboradas no campo das Engenharias, Agronomia e Geociências tornam-se referência para o planejamento da administração pública, por serem análises minuciosas e diagnósticos precisos de diversos setores municipais considerados “gargalos” em muitas cidades paranaenses.

Em 2018, o Campo Fácil foi contemplado com o Prêmio Gestor Público, promovido pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (SINDAFEP), na Assembleia Legislativa do Paraná.

Em seu formato original, o Campo Fácil foi concebido para auxiliar a população que mora na área rural e que está desabastecida de assistência técnica. Por meio de um convênio firmado entre municípios, Entidades de Classe e o Crea-PR, possibilita-se que haja um profissional habilitado para dar orientação na área da produção agrícola, com receituários agronômicos e tudo o mais que for preciso, para aquele alimento produzido ali tenha a segurança necessária para o destino, bem como evitar que essas famílias deixem o campo.

“Às vezes, há uma série de propriedades que não conseguem ser atendidas na assistência técnica rural, seja pelo município, seja pelos órgãos do Estado. Essas pessoas acabam ficando sem o atendimento técnico necessário para a produção agrícola. O Campo Fácil se apresenta então como uma possibilidade de política pública na área rural de assistência técnica à população da agricultura familiar, principalmente aquela desabastecida dos projetos de extensão”, pontua o assessor de Gestão de Políticas Públicas do Crea-PR, engenheiro civil Samir Jorge.

Um dos benefícios que o Campo Fácil pode gerar é uma oportunidade ao município de aperfeiçoar a qualidade de alimentos ofertados na merenda escolar. “Além disso, pode fomentar um Arranjo Produtivo Local para iniciar uma feirinha de produtos da agricultura familiar, ou mesmo implantar uma agricultura em base agroecológica. Sem contar que pode proporcionar à população acesso ao alimento barato, de boa qualidade, sem ter que se submeter a um produto que viaje de muito longe. Estas são as as principais características do Campo Fácil”, detalha.

Novo modelo em estruturação

Recentemente, surgiu um novo modelo do Campo Fácil, que está se estruturando com outra tratativa.  O Crea-PR foi procurado pelo Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná – Ocepar, com o objetivo de atingir a população que está no campo e que está desabastecida do atendimento e da orientação técnica dos profissionais da cooperativa, que nem sempre consegue atingir a totalidade das pessoas. Por meio desse convênio, vai se ampliar esse horizonte de assistência e possibilitar a contratação de profissionais e estagiários pela cooperativa para esses atendimentos.

“O pequeno produtor rural vinculado à cooperativa terá um profissional para dar este atendimento de assistência técnica para que eles se sintam fortalecidos no exercício da atividade e entendam seu papel dentro de uma cooperativa”, detalha.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *