Marca do Crea-PR para impressão
https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/445

Programa da Agenda Parlamentar acontece em Andirá

11 de maio de 2011, às 20h34



 

Gerente do CREA-PR apresenta a Agenda ParlamentarO município de Andirá está no centro de uma das discussões dos Estudos Básicos de Desenvolvimento Regional (EBDRs), projeto elaborado pelo CREA-PR que visa a elaboração de propostas viáveis para melhorias estruturais no Paraná a serem entregues aos senadores e deputados do Estado. Isto porque um dos temas da centralidade do Norte Pioneiro é a adequação do aeroporto do município para atender a região, especialmente às cidades próximas, como Jacarezinho, Bandeirantes, Cambará e Santo Antônio da Platina. Este foi um dos pontos da Agenda Parlamentar, que aconteceu na Câmara Municipal de Andirá, na segunda-feira (09), e também teve a apresentação dos programas do CREA-PR.

O EBDR do aeroporto regional está em fase de levantamento de dados e orçamentos, em linhas gerais, a proposta é adaptar a atual estrutura para aumentar a sua capacidade de vôos. “O aeroporto tem uma estrutura considerável, mas é preciso adequá-lo aos vôos comerciais, com algumas reformas, uma possível ampliação da pista e até com a doação de uma propriedade vizinha”, disse o gerente da regional de Londrina do CREA-PR, o engenheiro em telecomunicações, Jefferson Oliveira Cruz, que foi o responsável pela apresentação conceitual dos EBDRs e da Agenda Parlamentar durante a sessão.

Presente à reunião, o Secretário de Obras e Urbanismo do município, Luiz Antônio Possagnoli, classificou o encontro como importante para conhecer os programas do Conselho, mas também para mostrar aos profissionais a realidade dos pequenos municípios. “Somos desamparados com relação a recursos públicos e mão de obra especializada”, disse. Com cerca de 22 mil habitantes, Andirá possui sérios problemas estruturais, dois deles destacados pelo secretário. “Não possuímos galerias de águas pluviais, que afeta o meio ambiente e a pavimentação, que é precária”, falou.

Responsável por proferir a palestra “Estradas Rurais”, o diretor da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos do Norte Pioneiro (AEANP), engenheiro agrônomo Roberto Simões, explicou que alguns projetos relacionados ao tema são analisados por muito tempo o que compromete a viabilidade. “Isso acontece porque algumas informações contidas nos projetos são pouco consistentes e na hora de fazer uma licitação, por exemplo, as dúvidas acabam surgindo”. Simões explica que o objetivo da palestra foi mostrar como fazer um projeto bem elaborado na área de estradas rurais para se obter um resultado positivo, desde a implementação até a conclusão da obra. “Fizemos uma mesa redonda e debatemos sobre diversos temas, como investimentos em estradas. Orientamos como conseguir a otimização das obras e a ter um maior contato com os agricultores para que as obras sejam menos custosas”, disse. Outra palestra técnica foi com o arquiteto Luiz Carlos Horevicz, da Caixa Econômica Federal.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marca do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia - Confea Marca da Mútua Selo do Acesso à Informação Marca da Câmara de Mediação e Arbitragem do Crea-PR - CMA Marca do Portal de Informações SEI! Crea-PR

Marca do Programa Casa Fácil Marca da Biblioteca Virtual do Crea-PR Marca do CreaJr-PR Marca do Portal da Educação Marca do ProCrea Marca da Revista Técnico-científica do Crea-PR Marca do Sistema de Informações Geográficas do Crea-PR - SIG Marca da Ouvidoria do Crea-PR

Voltar ao topo