Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/657>.
Acesso em 14/06/2021 às 07h08.

Associação de Engenheiros de Paranavaí abre planejamento para colaboração dos associados

19 de dezembro de 2013, às 12h35 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

          A Associação Profissional de Engenheiros e Arquitetos de Paranavaí (Apeap) tem como meta para 2014 investir em novos projetos para ampliar a participação dos associados e buscar reconhecimento junto à comunidade.O planejamento estratégico da entidade foi apresentado no encerramento das atividades deste ano, mas segue aberto por 30 dias para sugestões de melhoria ou mudanças e consulta dos associados e de quem tiver interesse.

             Trata-se de uma das primeiras associações de engenheiros do Paraná a estruturar o plano estratégico de objetivos e metas e compartilhá-lo com os associados. Para a conselheira do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR) e membro da Apeap, engenheira civil Leoni Lúcia Dal Prá, essa é uma forma acertada de pensar no futuro de uma entidade organizada, porque os mais variados interesses podem ser compartilhados, discutidos e defendidos em benefício de todos. “Antes mesmo do planejamento, a diretoria já faz esse exercício de compartilhar as ideias de todos. Cada um assume uma tarefa em prol da associação”, conta.

  Segundo o tesoureiro da Apeap, o engenheiro civil Antonio Carlos Havro de Sá, a intenção é que as questões sejam debatidas e que as estratégias estabelecidas possam ajudar no crescimento da entidade e no engajamento dos associados. “Hoje são cerca de 100 associados e temos 25% de participação. Queremos ampliar esse percentual”, diz. Ele ressalta que ações que já vêm sendo feitas ajudaram a melhorar a participação dos membros.

 Entre os objetivos da Apeap, o engenheiro ressalta a necessidade de vencer alguns desafios como deslocamento pelo fato de a associação estar localizada no interior do Estado, e recursos tecnológicos, para contar com mais palestrantes. No longo prazo, de acordo com ele, ações estarão focadas em buscar reconhecimento para a associação. “Queremos ser reconhecidos como uma entidade que pode ajudar nos problemas da cidade e opinar nas situações pertinentes”, completa.  


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *