Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/arquivos/42888>.
Acesso em 05/12/2021 às 10h19.

Hotéis serão fiscalizados pelos Creas Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul

De 1º a 15 de dezembro, hotéis serão fiscalizados pelos conselhos que fazem parte do Crea-Sul já prevendo a retomada do setor do turismo

17 de novembro de 2021, às 15h40 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Nesta quarta-feira (17), o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR),  Engenheiro Civil Ricardo Rocha participa em Bento Gonçalves (RS), no Dall´Onder Grande Hotel, do lançamento da Operação Hotel Mais Seguro, que será realizada de forma simultânea pelos Conselhos do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, na região Sul do País. O objetivo é verificar se a manutenção/instalação de diversos itens ou equipamentos, que dependem da expertise de engenheiros, estão em dia e se foram realizados por profissionais habilitados.

Inicialmente a ação – que acontece de 1º a 15 de dezembro – terá como foco hotéis na região litorânea, serrana do Rio Grande do Sul e em municípios como Gramado, Canela e Bento Gonçalves. No Paraná, neste período, além do litoral, hotéis localizados em Foz do Iguaçu e Curitiba também serão fiscalizados.

A estimativa é de visitar em torno de 70 estabelecimentos em cada uma das cidades. Já na segunda semana, a fiscalização se estende para os demais municípios dos Estados. “A ação conjunta entre os Creas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul é inédita e tem como foco inicial cidades que vão concentrar um volume considerável de turistas com a temporada de verão ou que são atrativos turísticos”, acrescenta a Gerente do Departamento de Fiscalização (DEFIS) do Crea-PR, Engenheira Ambiental Mariana Maranhão

Conforme ela, os empreendimentos serão fiscalizados para verificar a responsabilidade dos serviços técnicos executados recentemente e a existência da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) de serviços como a manutenção de elevadores, central de gás, ar-condicionado, equipamentos de proteção contra descarga atmosférica, entre outros.

“Será solicitada a apresentação de cópias de contratos, laudos, projetos, relatórios de inspeção e notas fiscais referentes às atividades técnicas que foram executadas no hotel por empresas terceirizadas e/ou profissionais autônomos”, comenta. No caso de alguns serviços de manutenção não terem sido realizados, o Agente de Fiscalização entrega um comunicado de fiscalização, que orienta quanto à necessidade do serviço.

O presidente do Crea-PR, Engenheiro Civil Ricardo Rocha comenta que a intenção da fiscalização é ajudar a minimizar os riscos de acidentes. “Em um hotel são diversas as atividades que exigem a existência de um engenheiro. É fundamental que as manutenções estejam em dia e sejam feitas por profissionais habilitados ou por empresas com registro junto ao Conselho. Nossa intenção não é a autuação dos empreendimentos, mas que os responsáveis estejam de olho na regularização de itens ou equipamentos”, reforça. Segundo ele, as fiscalizações nos hotéis serão agendadas.

Já o presidente do Crea-SC, Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho Carlos Alberto Kita Xavier frisa que ação visa contribuir para a certificação desses empreendimentos. “A iniciativa reforça a importância da atuação técnica das Engenharias, Geociências e Agronomia para a qualidade de vida e desenvolvimento da economia catarinense”, diz. Segundo ele, o setor turístico no Estado já está investindo em segurança aos visitam a região, com protocolos sanitários para turistas e moradores.

No Rio Grande do Sul, o turismo de negócio representa 70% do setor, conforme dados do Sindicato Intermunicipal da Hotelaria no Rio Grande do Sul (Sindihotel). “O objetivo da operação é orientar, prevenir e conscientizar sobre a importância da contratação de profissionais e empresas habilitadas”, comenta a presidente do Crea-RS, Engenheira Ambiental Nanci Walter. A primeira fase desta ação no Estado vai priorizar os hotéis localizados na capital, Serra, litoral e Região Metropolitana. No entanto, a ação atingirá os mais de 900 estabelecimentos da rede hoteleira gaúcha.


Comentários

  1. Jarbas Pinto disse:

    Com relação as fiscalizações que o CREA Sul pretende realizar nos hotéis do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, vejo que será bem interessante, pois sabemos que durante o ano passado e maior parte deste ano, enquanto os hotéis ficaram sem poder receber hóspedes, a maioria destes estabelecimentos aproveitaram para realizarem manutenções em suas dependências.
    Um dos serviços que verifiquei ser comum a vários destes hotéis, foram nos sistemas de prevenção contra incêndio e pânico, com instalações e manutenções nos equipamentos.
    Geralmente os hotéis maiores ou os que pertencem a redes de hotéis, já possuem equipes de manutenção, outros já preferem contratar serviços terceirizados, nestes dois casos vejo que a fiscalização a ser realizada está preocupada principalmente quanto a utilização de profissionais devidamente capacitados aos serviços, com acompanhamento de responsável técnico e com o devido recolhimento de ART, que regulamenta o exercício profissional, e que principalmente o profissional tenha acompanhado a execução do serviço.

    1. Comunicação Crea-PR disse:

      Exatamente, Jarbas! Essa força-tarefa conjunta entre os Creas do Sul será essencial para manter os nossos hotéis mais seguros. Agradecemos seu comentário!

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *