Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2021/03/em-construcao-plenaria-dos-colegiados-regionais-apucarana/>.
Acesso em 12/04/2024 às 13h47.

Plenária dos Colegiados Regionais – Apucarana

22 de março de 2021, às 8h32 - Tempo de leitura aproximado: 8 minutos

O ciclo de encontros das Plenárias dos Colegiados teve o seu terceiro encontro realizado nesta última sexta-feira, 19/03, tendo como sede a Regional Apucarana. O encontro, que visa aproximar e estreitar relações entre Inspetores, Conselheiros titulares e suplentes e administração do Conselho, além de representantes de Entidades de Classe, Instituições de Ensino, profissionais, empresas, órgãos públicos e  representantes da sociedade, recebeu o prefeito de Apucarana, o Eng. Civ. Junior da Femac.

Confira como estão sendo os outros encontros nas Regionais.

“Se por um lado estamos enfrentando dificuldades, por outro estamos superando desafios. O Crea-PR está focado em seu trabalho finalístico, atendendo nossos profissionais, fiscalizando, inovando e trabalhando muito para manter as atividades que nos são delegadas por lei. Agradeço a todos que têm nos ajudado a manter o nosso trabalho”, disse o Presidente do Crea-PR, Eng. Civ. Ricardo Rocha, durante sua fala de abertura.

O encontro desta sexta-feira começou cedo, tendo como destaque a renovação do convênio Casa Fácil entre a prefeitura de Apucarana e o Crea-PR. “O momento atual é delicado, falar sobre saúde é fundamental, mas não podemos esquecer da habitação, que também é essencial. É necessário pensar em habitação, e de qualidade, e o Crea – através desse convênio – e a engenharia são importantíssimos nesse processo. Sei que Apucarana tem há anos esse convênio firmado com o Conselho, e fico honrado de ter renovado ele durante a minha gestão”, comenta Junior. Ricardo complementa a fala do prefeito e parabeniza não só a prefeitura, mas também as associações envolvidas no processo. “Esse é um programa histórico nosso, que contou – em sua formulação lá em 1982 – com diversas participações de profissionais de Apucarana. As associações foram, e ainda são, importantes nesse processo. Elas que, com a ajuda do Crea, prestam esse serviço de assistência técnica à população. Confesso que gostaria de ter assinando esse contrato pessoalmente, mas infelizmente não foi possível. Essa é uma grande parceria nossa com o poder público, e fico muito feliz de termos efetivado essa renovação”, celebrou o presidente do Conselho.

O Programa Casa Fácil foi lançado pelo Crea-PR em 1989 e estabelece uma parceria com as Entidades de Classe e Prefeituras Municipais para a construção de moradias populares com até 70 (setenta) metros quadrados. Poderão ser beneficiados pelo Programa famílias com renda limitada a três salários mínimos. Em mais de 30 anos, o Programa Casa Fácil já atendeu mais de 180 mil famílias com a construção de mais de 10 milhões de metros quadrados. O Casa Fácil é um dos vários programas abordados pelo Crea-PR em sua Agenda Parlamentar. Segundo o Assessor de Gestão de Políticas Públicas do Crea-PR, Eng. Civ. Samir Jorge, o Programa estará junto de diversas outras pautas nas apresentações da Agenda em 2021. “Estamos levantando diversos temas para discutirmos com os parlamentares para que eles tenham maior capilaridade no estado. Estruturamos seis propostas para divulgar nos municípios nessa segunda etapa da Agenda Parlamentar em 2021”, comenta Samir. Após a fala do Assessor, o gerente do Departamento de Relações Institucionais do Crea-PR (DRI), Claudemir Prattes, dá mais informações sobre a ação. “Temos o objetivo de atingir os 399 prefeitos, mostrando a importância da Engenharia, Agronomia e Geociências por todo o estado”, enfatiza o Gerente do DRI.

Após as falas sobre o Casa Fácil, a reunião iniciou-se, assim como nas outras regionais, com a pauta dos Editais de Chamamento. O Presidente Ricardo Rocha, acompanhado do Gerente da Regional Apucarana, Eng. Civ. Jeferson Ubiali, conversou com os presentes sobre a participação das Entidades de Classe no primeiro Edital de Chamamento Público de 2021, além de comentar também sobre a continuidade das ações dos Editais de 2020. “Nos adaptamos rapidamente – com os trabalhos do Samir e dos Gerentes – à questão do on-line e os eventos à distância. Com nossa assessoria técnica proporcionada pelo ProEC – Programa de Apoio à Sustentabilidade das Entidades de Classe, tentaremos repassar essa experiência para vocês, Entidades de Classe. Estamos elaborando novas formas para realizar os editais, a pandemia está impossibilitando eventos presenciais, mas estaremos trabalhando com novas maneiras de realizá-los, on-line”, enfatizou o Presidente Ricardo. Jeferson complementa a fala do Presidente dando um panorama de como a pandemia atrapalhou todo o processo envolvendo os Editais na Região. “As entidades não estavam preparadas para o baque que 2020 causou, mas, com o tempo, começamos a aprender a lidar com essas dificuldades que a pandemia nos impôs. As ferramentas que o Conselho vem disponibilizando – como os ambientes on-line – estão ajudando muito as ECs participantes dos editais”, comentou Jeferson.

Após a fala do Presidente, Claudemir Prattes frisou a data da segunda etapa dos Editais de Chamamento. “A segunda etapa está aberta até o dia 23 de abril. Podem ser feitos eventos híbridos, 100% digitais, temos um orçamento interessante disponibilizado às Entidades. Usem a abusem da nossa consultoria disponibilizada pelo ProEC”, reforçou o Gerente.

Na sequência, o Presidente Ricardo explicou sobre a nova área do site do Conselho dedicado aos posicionamentos do Crea-PR, dando um destaque especial sobre a revogação da Resolução n.º 64/2020, que previa a implementação do piloto do Licenciamento Urbanístico Integrado para liberação de alvará de construção e de habite-se – documento de autorização para uso e ocupação da edificação – para atividades consideradas de baixo risco. “O conteúdo desse documento não foi discutido com os Sistemas Profissionais e nem com as Prefeituras, ele veio como uma imposição do Governo Federal, por meio de uma Resolução que, pelo seu formato, não pode tratar de questões que dizem respeito aos municípios. A questão dos posicionamentos vem sendo trabalhada desde o início da nossa gestão, constantemente divulgamos para todos os veículos de imprensa do estado a nossa posição através de artigos. Neste ano, além dessa questão, definimos que era necessário estar presente em mais debates, mostrando ao profissional e à sociedade nosso posicionamento sobre assuntos importantes do nosso dia a dia, como por exemplo a questão da Resolução”, comenta Ricardo.

Durante o debate sobre os posicionamentos, foi votada e aprovada por unanimidade a criação do Grupo Temático da Regional Apucarana que cuidará do assunto da concessão de rodovias na região. O processo estará sendo adotado em todas as oito regionais do Crea-PR. A Comissão de Apucarana será composta pelos profissionais: Eng. Civ. Mateus Franciscon; Eng. Amb. Alcides Pascoal Jr.; Eng. Civ. Rangel Bayerl; Arq. Henrique Sanches; Eng. Gustavo Peraçoli; Eng. Nilton Fornaciari Jr.; Eng. Gerson Torres Neto.

Após a fala sobre os posicionamentos, Ricardo comentou sobre o novo Mapa Estratégico do Conselho. “Um novo início de gestão pede um novo Planejamento Estratégico. Nesses próximos três anos estaremos trabalhando diversas questões que ficaram em a ver de 2018 a 2020. Neste slide vocês conseguem ver como está sendo trabalhada a gestão desde o dia 1° de janeiro de 2021”. Confira os objetivos do novo Planejamento Estratégico na imagem ao lado.

Em seguida, Claudemir divulgou o novo curso do Crea-PR “Apresentando o Sistema Confea/Crea/Mútua“, conjunto de aulas disponibilizadas no moodle.crea-pr.org.br, preparadas por profissionais do Crea-PR, com o objetivo de apresentar informações importantes sobre o Sistema, sua finalidade e recursos. “Esse é o primeiro de outros 17 cursos que estamos planejando disponibilizar neste ano de 2021, tem muita coisa boa vindo por aí, participem!”, pontuou Claudemir durante sua fala.

Encerrando o momento inicial, a apresentação da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea – Mútua/PR, representada pelos Diretores Geral, Eng. Civ. Julio Russi, Financeiro, e Administrativo, Eng. Quím. Luiz Eduardo Caron, contou com temas relacionados a convênios e benefícios da Entidade para os associados a ela, como o Divulga Mútua, TECNOPREV, entre outros. Saiba mais clicando aqui.

Finalizando as apresentações da noite, foi iniciada a atividade dos Grupos de Trabalho com as Entidades de Classe (CDER) e os Inspetores (CDIN).

GT CDIN

“O Colégio de Inspetores tem um papel extremamente importante na fiscalização, pois através deles conseguimos ampliar os nossos olhos. Detectar novos nichos de fiscalização e indicar situações irregulares são algumas de suas funções. Com os debates entre esse Colegiado, do qual os conselheiros também fazem parte, conseguimos cada vez mais melhorar os resultados desta nossa atividade finalística, de fiscalização do exercício profissional”, pontuou a Coord. do GT e Facilitadora do Departamento de Fiscalização, Eng. Milena Aguiar.

GT CDER

“Este grupo temático teve como objetivo debater e elaborar um posicionamento regional sobre a nova concessão de rodovias. O Crea tem um posicionamento estadual e estes grupos estão sendo criados para avaliarem aspectos regionais que servirão de complemento ao posicionamento do Crea”, comentou o Coordenador do GT, Claudemir.

Sugestões

Durante as discussões, o Eng. Herivelto solicitou à presidência melhorias na questão das Anotações de Responsabilidade Técnica e seu preenchimento. “Temos buscado sempre melhorias. Todos os nossos produtos estão on-line e focados na agilidade, com em média dois dias de atendimento. Existem alguns processos que ainda temos problemas, como baixa de ART, a questão da CAT, mas estamos trabalhando sempre na melhora do sistema. Estaremos anotando sua sugestão para verificar possíveis melhorias”, pontua o Presidente.

 

Participaram da reunião em Apucarana: Murilo Granado, Jeferson Ubiali, Samir Jorge, Alcides Pascoal Jr, Durt Adam, Herivelto Moreeno, Mariana Maranhao, Robinson de Moraes Camargo, Ricardo Rocha, Julio Russi, Harlon Ferreira, Sergio Barbosa de Souza,Claudemir Prates, Silvana de Souza, Luiz Caron, Prefeito Sebastiao Ferreira Martins Junior, Mateus Franciscon, Jose Francisco Doniak, Henrique Sanches, Gislaine Lima, Rogerio Marcos, Gustavo Pedraçoli, Marcelo Fiori, Gerson Torres, Hugo Suzuki, Pedro de Marco Jr.


Comentários

  1. Eng. Civil. Mário Celso Corrêa Rocha Loures says:

    Trabalhava na Prefeitura de Apucarana e já existia um programa chamado ” Projeto Popular”, no ano de 1982. Foi iniciado antes, mas não saberia dizer quando.
    Foi o início do programa em Apucarana, que depois tomou este nome , quando da assinatura do convênio com o CREA.
    Bom saber que continua, beneficiando aqueles que mais necessitam.
    Um abraço a todos, em especial ao Doniak, Sérgio , Herivelto e ao Samir, meu colega mais tarde na Prefeitura do Campus da UEM.

    Eng. Mário Celso Corrêa Rocha Loures

  2. Eng. Civil. Mário Celso Corrêa Rocha Loures says:

    Em 1982, era engenheiro na Prefeitura de Apucarana. Lembro que uma das minhas atividades era coordenar o programa “Projeto Popular”, como se chamava à época.
    Era uma iniciativa que foi o embrião do “Casa Fácil”. O Eng Doniak deve se lembrar. Depois de tanto tempo, é bom saber que o programa permanece, beneficiando aqueles que mais necessitam. Um abraço a todos, em especial ao Doniak (trabalhamos juntos na Prefeitura – lembra do Projeto CURA?) Sérgio, Herivelto e Samir que foi meu colega na Prefeitura da UEM.

    Engenheiro Civil Mário Celso Corrêa Rocha Loures

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *