Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2021/08/sistema-confea-crea-presente-no-congresso-nacional-para-discutir-a-lei-nacional-de-inspecao-e-manutencao-predial-obrigatoria/>.
Acesso em 12/04/2024 às 13h54.

Sistema Confea/Crea presente no Congresso Nacional para discutir a Lei Nacional de Inspeção e Manutenção Predial obrigatória

26 de agosto de 2021, às 13h00 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Nesta última terça-feira (24), o Crea-PR, representado pelo presidente do Conselho, eng. civ. Ricardo Rocha, esteve em Brasília para discutir a proposta de Lei que visa instituir a inspeção e a manutenção predial obrigatórias (PROJETO DE LEI Nº 6.014/2013PL nº 6.382/2013 e PL nº 6.841/2013). Os representantes do Sistema foram recebidos no Congresso pelo Deputado Federal pelo Paraná, Luizão Goulart, e sua assessoria técnica parlamentar. Goulart é o relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) do Projeto de Lei nº 6.014/2013, que, entre outras medidas, cria o Laudo de Inspeção Técnica de Edificação (Lite). Ele se dispôs a discutir com os representantes do Sistema melhorias para o projeto, visando atender as propostas de alteração sugeridas pelo Sistema Confea/Crea e Mútua.

“Quero destacar o intenso trabalho técnico prévio antes desse importante encontro com o Deputado Luizão. Foram várias reuniões virtuais entre os nossos Assessores (Euclésio, José Maria e Guilherme) e a Assessoria Parlamentar do Deputado (Glaucia de Oliveira Barbosa e Vinícius Pinheiro) visando alinhar uma adequação técnica do texto proposto, em especial a incorporação de conceitos da norma aprovada ano passado pela ABNT (ABNT NBR 16747/2020 – INSPEÇÃO PREDIAL: Diretrizes, Conceitos, Terminologias e Procedimentos). A receptividade foi excelente e a discussão foi muito produtiva. Com certeza teremos bons frutos dessa visita em brete”, disse Ricardo.

“A ideia não é alterar o teor do PL, mas adequar seu texto às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)”, explicou o presidente do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape), eng. civ. Clemenceau Chiabi, que, na comitiva, representou a Comissão Temática de Engenharia de Avaliações e Perícias (CTEAP) do Confea, grupo coordenado pelo conselheiro federal eng. agr. Annibal Margon.

Em 2020, a ABNT publicou a norma NBR 16.747, que enumera as diretrizes, os conceitos e a terminologia constantes do procedimento de inspeção predial. “Como o PL é de 2013, fizemos sugestões no sentido de atualizar o texto com o que a ABNT trouxe no ano passado”, explicou o assessor parlamentar do Confea Guilherme Cardozo. Na ocasião, a comitiva do Confea entregou ao deputado planilha de sugestões que consolidam o que versam o documento da ABNT e as contribuições que já haviam sido pensadas em 2014 pelo antigo Grupo de Trabalho Manutenção e Infraestrutura em Edificações do Confea.

Participaram do encontro, além do presidente Ricardo, o presidente nacional do IBAPE – Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia, eng. civ. Clemenceau Chiabi, os assessores parlamentares do Confea/Crea, eng. civ. José Maria Soares e Guilherme Cardozo, e o assessor parlamentar e empresarial do Crea-PR, eng. civ. Euclesio Manoel Finatti.

Histórico estadual

No início deste ano, o Crea-PR, junto de diversas entidades ligadas a construção civil, retomou a discussão sobre uma minuta de proposta para a nova Lei de Vistorias Preventivas e Inspeção Predial. A necessidade de criação desta lei surgiu, pois, a capital do estado possui hoje aproximadamente 25 mil prédios, muitos deles com mais de 40 anos, e não existe uma obrigatoriedade de acompanhamento preventivo. Segundo uma das engenheiras representantes do Crea nesta comissão, a eng. civ. Vera Dias, é necessária uma Lei Predial para que acidentes, como os que ocorreram recentemente no Rio de Janeiro e Fortaleza, sejam evitados. “Na década passada houve uma grande discussão sobre o tema. Isso acabou ocasionando em duas proposições para a casa legislativa, mas elas acabaram sendo arquivadas. Se tivéssemos avançado nas discussões naquela época, muita coisa poderia ter sido evitada. Hoje vemos os parlamentares bem mais preocupados com essa questão, é a chance que temos de garantir que a segurança da sociedade seja feita por profissionais habilitados!”, disse.

Após esta reunião inicial, foi formada uma comissão para estudo desse projeto de lei de inspeção predial de Curitiba. Participam dessa comissão os profissionais das entidades ABENC/PR; Instituto de Engenharia do Paraná – IEP, Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia – IBAPE, Crea-PR e o CAU. O objetivo desta minuta que vem sendo proposta pelo Grupo de Trabalho é definir que a cada dois anos sejam realizadas vistorias, seguindo um padrão pré-estabelecido. “As manutenções precisam ser feitas preventivamente e por um engenheiro – ou profissional habilitado para tal, isso vai reduzir custos de manutenção e evitar acidentes”, enfatizou Vera.

Atualmente o projeto foi retirado da câmara e enviado ao vice-prefeito de Curitiba para apreciação.

 

Texto: Lucas Aron Nogas (Crea-PR) com colaboração da equipe de comunicação do Confea.


Comentários

  1. Um dos “calcanhares de aquiles” que vem inviabilizando a elaboração de leis municipais está relacionado ao custo efetivo do trabalho pelo profissional. Vereadores não querem se indispor com a sociedade, muito menos o prefeito e assim, muitas cidades estão empurrando com a barriga um problema crônico e que precisa ser tratado. Qualquer elevação de R$ 5,00 na taxa condominial às vezes é motivo de brigas infindáveis. Uma lei federal irá obrigar que os municípios possam regulamentar a lei. Mas o que deve ser evitado mesmo é a indústria dos laudos.

  2. Lucia+Helena+A+A+Zandrini says:

    Parabéns!
    Meu TCC da pós de Perícias enfatizava essa necessidade. Fiz estudo de casos de vários prédios em Londrina.
    Um abraço
    Lucia Zandrini

  3. Rui medeiros says:

    O projeto de lei proposto pelo grupo de trabalho contempla nso so edifícios nas também todas as obras de arte pontes viadutos e passarelas

  4. Roberto Dyminski Arruda says:

    Deveriam se preocupar também com as nossas pontes e viadutos. Desconheço se já houve manutenção preventiva em alguns deles.

    • Comunicação Crea-PR says:

      Olá, Roberto. Tudo bem?
      Nós estamos sempre atentos a estas questões e temos uma ação específica com relação a isso. Visando evitar acidentes, nós realizamos as nossas Fiscalizações Preventivas Integradas – FPI – e encaminhamos para a Câmara Especializada para apreciação. Mas, não compete ao Crea fazer essa vistoria, manutenção ou tomar alguma providência.

      Caso identifique alguma ponte ou viaduto que possua algum tipo de risco, denuncie! Nós avaliaremos a possibilidade de realizar uma FPI e repassaremos essa questão para Câmara Especializada para conhecimento. Conforme o caso a Câmara encaminhara órgãos responsáveis para essa manutenção.
      https://creaweb.crea-pr.org.br/webcrea/denuncia/registrar_denuncia.aspx

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *