Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2022/09/crea-pr-tem-papel-ativo-em-comissao-de-infraestrutura-que-acompanha-inicio-das-obras-do-viaduto-da-puc/>.
Acesso em 12/04/2024 às 15h26.

Crea-PR tem papel ativo em Comissão de Infraestrutura que acompanha início das obras do viaduto da PUC

Conselho, que é um dos atores do grupo, considera o trabalho efetivo e quer apoiar a formação de outras comissões similares em demais regiões do estado

2 de setembro de 2022, às 14h51 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) acompanha o início das obras do viaduto da BR-369, próximo à Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), em Londrina, mais conhecido como viaduto da PUC. A autarquia entende que a obra é um investimento em infraestrutura necessário para a região, que melhorará a logística e, consequentemente, causará reflexos positivos na economia, transporte e qualidade de vida da população. “Acreditamos que o viaduto trará maior segurança na transposição da rodovia e fluidez ao trânsito de veículos no trecho, principalmente, na hora do rush”, comenta o gerente da regional Londrina do Crea-PR, Edgar Tsuzuki, que representa a autarquia na Comissão de Desenvolvimento e Infraestrutura da Região de Londrina, formada por órgãos públicos, representantes políticos, entidades de classe e sociedade civil organizada. Para ele, o diferencial desta obra é o formato de licitação que inclui a elaboração de projeto básico, executivo e execução. “Nesta modalidade, o licitante praticamente não precisará mais atuar na intermediação de esclarecimentos técnicos entre projetista e executor, uma vez que ambos atuam em favor da empresa vencedora”, diz Tsuzuki.

O consórcio Gaissler Moreira Engenharia Civil Eirelli foi o vencedor do certame, composto pelas empresas Legnet Engenharia Ltda e Vitis Engenharia Ltda. Serão R$ 28 milhões em investimento, com construção de pistas de duas faixas de rolamento com 3,5 metros cada e acostamento de 2,5 metros. O contrato do consórcio com o Governo do Estado já foi publicado e os trabalhos envolvendo a elaboração dos projetos já começaram. 

Ver a obra finalmente ganhar forma é uma conquista dos paranaenses e fruto de trabalho de muitos profissionais e órgãos envolvidos, segundo o Conselheiro e Diretor do Crea-PR, Brazil Versoza. “O Crea-PR participou ativamente de todas as reuniões da Comissão de Infraestrutura que discute, não só o viaduto da PUC, mas outras obras que fazem parte dos principais objetivos e metas para o desenvolvimento de Londrina e região”, conta. 

Os trabalhos da Comissão foram iniciados em 2016, por meio de uma iniciativa da sociedade civil organizada, liderada pela Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) e autoridades políticas, e ganhou volume com o passar do tempo. “Lembro-me que o projeto do viaduto da PUC quase se tornou obsoleto, mas conseguimos colocá-lo como prioridade com apoio de parlamentares e Governo do Estado. Conquistamos a duplicação da PR-445 até Lerroville, por exemplo, e, em breve, teremos até Mauá da Serra”, comenta.

Para ele, a Comissão tem um peso significativo sobre o Governo do Estado, que a considera como um grupo importante de apoio. “O Crea-PR, por exemplo, conta com engenheiros e profissionais renomados e qualificados que podem dar pareceres técnicos a respeitos de projetos e obras. Isso dá credibilidade ao processo e auxilia o poder público. Essa força integrada de trabalho possibilita que as demandas sejam resolvidas com maior agilidade e licitações com maior transparência”, afirma.

A experiência do Crea-PR na Comissão foi tão positiva que a ideia é incentivar a criação de outras frentes similares nas demais regiões do estado. “Apresentamos esse grupo de trabalho à diretoria do Crea e todos ficaram bastante impressionados com a eficiência e os resultados obtidos. Acreditamos que podemos encorajar atores de outras regiões do estado e promover maior participação dos munícipes, além de profissionais das áreas de Engenharia, Agronomia e Geociências, que são essenciais em grandes projetos de infraestrutura urbana”, diz. “O Crea-PR está presente em todas as regiões do Paraná e possui uma capilaridade fantástica. Apoiamos esses grupos, especialmente, por serem comissões isentas com diversos representantes da sociedade”, argumenta Versoza.

O Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina (CEAL), entidade de classe parceira do Crea-PR, também é membro ativo da Comissão que cobrou a construção do viaduto da PUC. “Junto com a Prefeitura de Londrina, debatemos as necessidades do município e apresentamos uma análise técnica de viabilidade da obra. Acreditamos que a trincheira vai trazer melhorias na mobilidade urbana, facilitando a entrada de caminhões ao pool de combustíveis”, finaliza Decarlos Manfrin, presidente do CEAL. 

Sobre o Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná, criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização dos profissionais das áreas das engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de orientação e valorização profissional por meio de termos de fomentos disponibilizados via Editais de Chamamento.

 

Contato para a imprensa

Samara Rosenberger

(43) 9-9177-3138

ascomlondrina@creapr.org.br


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *