Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2023/03/parlamentares-sinalizam-apoio-legislativo/>.
Acesso em 12/04/2024 às 14h00.

Parlamentares paranaenses sinalizam apoio às pautas legislativas do Sistema Confea/Crea

1 de março de 2023, às 18h03 - Tempo de leitura aproximado: 4 minutos

Cerca de 600 pessoas compareceram ao encontro .

Dez parlamentares paranaenses estiverem presentes na manhã desta quarta-feira (1º/3), no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), em Brasília, para participar do painel “Café & Política”, do 12º Encontro de Líderes Representantes do Sistema Confea/Crea e Mútua, que reuniu lideranças do Brasil inteiro. Foi a maior comitiva parlamentar no evento. “Cada mesa disposta aqui está com um presidente do Crea e sua delegação. A ideia é abrir diálogo este ano para acompanharmos as pautas de interesse do governo federal, dos senadores, dos deputados, mas, sobretudo, da sociedade, da soberania, do desenvolvimento e do povo brasileiro”, afirmou o presidente do Confea, Eng. Civ. Joel Krüger, ao explicar sobre o 12º EL para os parlamentares, que representaram todo o país.

Os deputados António Wandscheer (PP-PR), Beto Preto (PSD-PR), Deltan Dallagnol (PODE-PR), Marco Brasil (PP-PR), Pedro Lupion (PP-PR), Ricardo Barros (PP-PR), Geraldo Tadeu Mendes (União Brasil-PR) e os senadores Flávio Arns (PSB-PR) e Sérgio Moro (União Brasil-PR) participaram do evento a convite da assessoria parlamentar do Crea-PR e demonstraram interesse em acompanhar e apoiar as tramitações de propostas governamentais que envolvam as engenharias, agronomia e geociências.

Confira as prioridades do Sistema.

“Espero que os progressistas possam de forma clara se posicionar a favor da engenharia que é a grande impulsionadora do nosso país. Vamos trabalhar em conjunto com a indústria, comércio e serviço, segmentos que dependem de soluções de engenharia rápidas, eficientes e sustentáveis”, disse o deputado Ricardo Barros.

O senador Sérgio Moro agradeceu o convite do presidente do Crea-PR, Ricardo Rocha, e destacou: “Recebi a legenda legislativa que me foi entregue e vou examinar com atenção. O país precisa de engenheiros e agrônomos e precisa retomar uma agenda de desenvolvimento. Nada adianta vontade política se não tivermos o abrigo da técnica. As portas do meu gabinete estão abertas para ouvirmos as necessidades da categoria e para consulta-los em momentos necessários”.

O também senador Flávio Arns frisou a inserção das áreas da engenharia e da agronomia em todos os aspectos da vida nacional, com vistas ao desenvolvimento sustentável. “Rui Barbosa, jurista, diplomata, político, tradutor e jornalista, que tem seu centenário comemorado no dia de hoje, dizia que temos que criar a cultura cívica e incentivar a cultura participativa e isso diz respeito a essa agenda legislativa proposta hoje pelo Confea. Me coloco a disposição para juntos trabalharmos em cooperação para projetos de lei e iniciativas públicas necessárias à área”.

O deputado Dalton Dallagnol se colocou a disposição para trabalhar com os presentes que, segundo ele, são “a base do progresso nacional”. “Que possamos proteger a todos contra qualquer tipo de violência. Venho me somar aos esforços de vocês para o desenvolvimento do nosso país”.

Para o presidente do Crea-PR, a presença de diversos parlamentares paranaenses no evento – a maior comitiva de deputados e senadores presentes – demonstra a aproximação do Conselho paranaense com representantes da bancada política estadual e federal, fruto de um intenso trabalho de Agenda Parlamentar realizado pelo Crea nos últimos anos. “A Frente Parlamentar das Engenharias, Agronomia e Geociências e da Infraestrutura instituída em 2022, tem como objetivo trazer à tona discussões de políticas nas áreas de segurança de barragens; fiscalização e aprimoramento técnico profissional, na área de diagnóstico, prescrição e uso de agroquímicos; engenharias, agronomia e geociências públicas; segurança alimentar; recursos hídricos; desastres naturais; território; planejamento urbano e regional; acessibilidade e mobilidade urbana; eficiência energética e energias renováveis; segurança do trabalho; prevenção de incêndios e sinistros; inspeções e manutenções prediais; eficiência no planejamento, execução, fiscalização e controle das obras públicas e ampliação e aperfeiçoamento do quadro técnico de profissionais das áreas das engenharias, agronomia e geociências no Estado.

presidente-ricardo-deltan
Presidente Ricardo apresentando a Agenda para Dallagnol.

“O grande propósito da Frente Parlamentar é criar um canal mais institucionalizado, sistematizado e permanente de relacionamento com a Assembleia, de forma a ampliar o diálogo e as contribuições dos profissionais do Sistema na formulação de políticas públicas e, em especial, formalizar um ambiente de colaboração na proposição e tramitação de projetos de lei relacionados ao exercício das profissões ligadas ao Crea-PR. E isso tem um beneficiado claro: a sociedade”, explica o presidente do Crea-PR.
Os parlamentares presentes no evento desta manhã receberam a Agenda Legislativa Prioritária 2023, que pode ser consultada aqui.

Copel e Eletrobras

engenharia-eletrica-tadeu-veneri

Durante o período da tarde profissionais da Engenharia Elétrica representaram o Crea-PR em uma reunião com o deputado federal Tadeu Veneri sobre as privatizações da Copel e Eletrobras. Além desta pauta, os profissionais abordaram novas políticas para o sistema elétrico nacional, especialmente o que possa envolver o Paraná.

A intenção da comitiva foi de solicitar o apoio federal para que o processo de venda da Copel seja suspenso. Também se discutiu o fomento de políticas de industrialização, incentivo à pesquisa e inovação e a manutenção de empresas estratégicas sob a tutela do poder público, além da apresentação do restante das pautas do Sistema. Mais informações você confere no site do SENGE.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *