Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2023/09/crea-pr-realiza-visita-tecnica-no-sicredi-dexis-em-maringa/>.
Acesso em 26/02/2024 às 17h18.

Crea-PR realiza visita técnica no Sicredi Dexis em Maringá

20 de setembro de 2023, às 11h02 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Crea-PR realiza visita técnica no Sicredi Dexis em Maringá .

O Presidente do Crea-PR, Eng. Civ. Ricardo Rocha de Oliveira, e representantes do Conselho realizaram uma visita técnica à sede do Sicredi Dexis em Maringá no dia 15/09 (sexta-feira).  

A visita teve como objetivo principal conhecer as inovações tecnológicas da construção que foi planejada para ser um ambiente sustentável em todos os aspectos. Na ocasião, as partes também dialogaram sobre as demandas e desafios enfrentados pelo setor de engenharia no sistema cooperativo e sobre as possibilidades de colaboração entre o Crea-PR e o Sicredi Dexis, fortalecendo a atuação dos profissionais de engenharia na região.

O Presidente do Crea-PR ressaltou a importância do convite realizado pelo Sicredi como uma oportunidade de estreitar laços entre o Conselho e a instituição financeira que desempenha um papel fundamental na economia local: “Foi uma visita técnica muito aguardada e esperada e foi fantástico o que vimos e aprendemos. Aqui a gente vê o melhor da engenharia aplicada no Paraná. Esse prédio é um símbolo de tudo o que a gente fala e o que queremos para o presente e futuro. A sustentabilidade, o uso eficiente de energia e de água e o que foi demonstrado, não é apenas um prédio em funcionamento, mas um espaço que proporciona uma convivência com a comunidade destacando a importância da sustentabilidade”, explica.

Ricardo ressalta que Maringá é um símbolo de cidade sustentável e afirma que o Crea-PR tem buscado transformar seus espaços de trabalho em ambientes cada vez mais harmoniosos. A reforma das inspetorias que estão acontecendo desde o último ano é um exemplo disso. A reinauguração mais recente, que aconteceu em Campo Mourão, mostra que a criação de espaços mais acessíveis e sustentáveis já é uma realidade no Crea-PR.  

“Fiquei profundamente impressionado com o compromisso do Sicredi em priorizar não apenas a experiência de seus clientes, mas também o bem-estar de seus colaboradores. É notável como a cooperativa investe na criação de um ambiente de trabalho onde os funcionários se sintam valorizados e desfrutem de um clima organizacional saudável. Durante a visita, destaco a atenção dada aos espaços de descompressão e à estrutura do prédio, que demonstram o cuidado em proporcionar um ambiente propício para uma convivência harmoniosa. É muito gratificante perceber que o Crea também está alinhado nesse sentido, reconhecendo a importância de promover um ambiente que seja benéfico tanto para nossa equipe interna quanto para nossos clientes”, comenta.

Obra Sicredi Dexis

A obra do Sicredi Dexis é considerada marco na cidade de Maringá, representando não apenas um edifício imponente, mas também um compromisso com a sustentabilidade e uma abordagem construtiva diferenciada. Inaugurada em 1º de junho, a edificação representa inovação e progresso.

O projeto arquitetônico, concebido pelo arquiteto Edson Yabiku em conjunto com o Eng. Civ. Wilson Yabiku, é uma prova de que a estética e a funcionalidade podem andar de mãos dadas. Mas a beleza não é o único destaque deste empreendimento. A execução e coordenação foram confiadas a duas empresas locais: Plaenge Industrial Ltda e Design Empreendimentos Ltda.

O Sicredi Dexis se destaca pela sustentabilidade com medidas como:

  • Sistema de automação para medir energia elétrica, água e CO2, promovendo circulação de ar natural e reduzindo o uso de ar-condicionado.
  • Captação de água da chuva para torneiras, irrigação e descargas.
  • Painéis fotovoltaicos que geram 70 mil kWh/mês, com 11 mil produzidos localmente e o restante de uma usina solar em Astorga.

A construção do Sicredi Dexis teve uma duração de quatro anos, iniciando no contexto da pandemia. Nesse período, foram emitidas 150 Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs), envolvendo a participação de 50 profissionais com diferentes títulos, como engenheiros civis, eletricistas, mecânicos e especialistas em segurança do trabalho.

Além disso, 30 empresas diferentes contribuíram para a realização da obra, oferecendo uma ampla gama de serviços de engenharia.


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *