Marca do Crea-PR para impressão
Disponível em <https://www.crea-pr.org.br/ws/2022/11/encontro-de-governanca-cooperativa-do-crea-pr-em-londrina-discute-metas-e-desafios-para-2023/>.
Acesso em 27/02/2024 às 16h50.

Encontro de Governança Cooperativa do Crea-PR, em Londrina, discute metas e desafios para 2023

Evento é marca da gestão do presidente do Crea-PR, Ricardo Rocha de Oliveira, que tem foco no fortalecimento dos vínculos das bases

21 de novembro de 2022, às 13h47 - Tempo de leitura aproximado: 6 minutos

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) realizou, nesta quinta-feira (17), o encontro de Governança Cooperativa da regional Londrina. O evento aconteceu no Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina (Ceal) e reuniu cerca de 80 pessoas, entre representantes de Entidades de Classe, de Instituições de Ensino, de Conselheiros, Inspetores, entre outros. O Crea-PR promove esse encontro direto com os profissionais e as entidades duas vezes por ano, nas oito regionais do estado. O objetivo é ouvir diretamente quem está atuando no mercado para pensar em melhorias para o Crea-PR.

O presidente do Crea-PR, Engenheiro Civil Ricardo Rocha de Oliveira, participou do evento que, segundo ele, é característico de sua gestão: uma maneira de fortalecer os vínculos com a base. “Na governança cooperativa e participativa, conversamos com todos os nossos colegiados. São eles que nos trazem as demandas e fazem o Conselho melhorar, tanto no nosso trabalho enquanto gestão, como no papel adequado do Sistema Confea/Crea, de proteger a sociedade a partir da nossa atuação profissional”, afirmou.

Oliveira destacou, ainda, que essa aproximação com os representantes profissionais dos Colegiados possibilita o desenvolvimento de propostas de atuação mais concretas e contemplativas. “É o que eu gosto de chamar de ‘inteligência coletiva’. Todo mundo pensando junto e propondo soluções, sugestões e ideias. Só assim alcançaremos os melhores resultados, trabalhando juntos”, finalizou.

No encontro dessa quinta-feira, reuniram-se o Colégio de Entidades Regionais (CDER-PR), o Colégio de Instituições de Ensino (CIE-PR), o Colégio de Inspetores (CDIN-PR) e representantes do Crea-PR em Conselhos.

Colégio de Entidades Regionais (CDER-PR)

Na conversa do Colégio de Entidades Regionais (CDER-PR) participaram presidentes de diferentes Entidades de Classe de Londrina e região. Segundo o presidente do Ceal, Engenheiro Civil Decarlos Manfrin, os participantes discutiram, principalmente, o Edital de Chamamento – apresentando propostas de novas metodologias e valores – e as demandas a serem trabalhadas em 2023 junto à Frente Parlamentar na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). “Nós temos que nos manifestar mais, colocar novas proposições para ajudar as entidades de classe. Nosso dever é contribuir com o fortalecimento das Entidades por meio dos editais, como o Edital de Chamamento, eda política de contratação de estandes”, reforçou.

Colégio de Instituições de Ensino (CIE-PR)

Já na reunião dos representantes do Colégio de Instituições de Ensino (CIE-PR) foi feito um balanço das atividades realizadas pelo setor ao longo deste ano. A conversa visou o realinhamento com os coordenadores de cursos de Engenharia, Agronomia e Geociências da região e o repasse das ações desenvolvidas pelo Colégio Estadual. Projeções de atividades para os próximos anos, como a realização do Fórum de Docentes, também foram feitas. A representante do CIE-PR, Engenheira Civil Carolina Alvim, destacou que, entre todas as demandas, a maior é conseguir a participação de novos integrantes. “Nós queremos alcançar o maior número de participantes possível, trazendo novos coordenadores e garantindo a integração efetiva dos estudantes no CreaJr-PR. Precisamos de uma aproximação cada vez maior do Crea-PR com os nossos futuros profissionais”, argumentou.

Colégio de Inspetores (CDIN-PR)

A troca de experiências foi a base da conversa no Colégio de Inspetores. Além disso, os participantes falaram sobre ética profissional, o trabalho de fiscalização e a importância da interação entre as diferentes frentes de atuação em todas as regionais do estado.

“Como representantes do Colégio de Inspetores, nós desejamos que o Crea- PR tenha um trabalho orientativo, preventivo e educativo. Esse é o espaço para pensarmos um Crea-PR melhor a partir da troca de ideias e da colaboração a partir da experiência de cada um. Assim, a sociedade ficará mais protegida e valorizará ainda mais os nossos profissionais”, comentou o Coordenador Estadual do Colégio de Inspetores, Engenheiro Eletricista Gilberto Dias de Melo.

Comissão Acadêmica Regional (CAR)

Nesta sexta-feira, também foram discutidas as metas e desafios para 2023, além do balanço deste ano dos trabalhos da Comissão Acadêmica Regional (CAR).

De acordo com o coordenador-estadual do CreaJr, André Pagani, uma das metas para o ano que vem é aumentar o número de representantes de cursos com membros dirigentes e o registro de atividades técnico-acadêmicas. “Também conversamos sobre os benefícios da parceria entre o CreaJr e o Ceal, que abrange descontos em planos de saúde e gratuidade na participação de eventos. Apresentamos, ainda, o cronograma e fluxo de ação da Agenda Parlamentar do ano que vem. A ideia é montar uma proposta de algum projeto de lei, para ser apresentada na Frente Parlamentar da Alep. Para isso, vamos fazer várias reuniões no decorrer do ano que vem.

Foram eleitos também o coordenador da Comissão Acadêmica Estadual (CAE) para 2023: o titular será Jonatas Fermino Langame, Acadêmico de Agronomia da Universidade Pitágoras Unopar Anhanguera e o suplente será Eduardo Cangussu Prattes, Acadêmico de Engenharia Civil da Faculdade Pitágoras de Londrina.

Representantes do Crea-PR em Conselhos

Nesse segmento, os representantes conversaram sobre a importância da ocupação dos espaços de discussão de políticas públicas por parte dos membros do Crea-PR, ressaltando de que forma deve ser a atuação dos profissionais nesses locais e levando proposições que beneficiem as profissões e a proteção da sociedade no que compete às engenharias. Para o assessor da presidência na Gestão de Políticas Públicas, Engenheiro Civil Samir Jorge, o objetivo é aumentar a representação do Crea-PR nesses espaços. “A nossa meta é aumentar a representação do Crea-PR em Conselhos e Comitês no próximo ano. Queremos participar cada vez mais e fazer com que as nossas profissões sejam percebidas pela sociedade e entendidas em toda a importância que possuem para o desenvolvimento local, regional e estadual”, analisou.

Plenária dos Colegiados

O encontro de Governança Cooperativa da Regional Londrina finalizou com uma plenária entre todos os Colégios, reforçando a importância de todos os temas tratados em cada setorial.

Por fim, foram entregues os certificados aos indicados ao Prêmio Destaque Profissional de 2022, nas categorias Carreira Destaque, Profissional Destaque e Educador Destaque. Como Profissional Destaque, recebeu a premiação o Engenheiro Civil Helton Genare da Silva. Na categoria Carreira Destaque, os premiados foram: o Engenheiro Civil Valdir Navarro Carrion; o Técnico em Eletrotécnica, Tecnólogo em Automação Industrial e Engenheiro Eletricista Marceluz de Queiroz; e a Engenheira Ambiental, de Alimentos e Segurança do Trabalho Erika Cristina Borges. Na categoria Educador Destaque, foram premiados: o Engenheiro Agrônomo Leonardo Rafael Pinhel e a Engenheira Civil Maria Clarice de Oliveira Rabelo.

Sobre o Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná, criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização dos profissionais das áreas das engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de orientação e valorização profissional por meio de termos de fomentos disponibilizados via Editais de Chamamento.

Samara Rosenberger

Assessora de imprensa

(43) 9-9177-3138

 

 


Comentários

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Comentários com palavras de baixo calão ou que difamem a imagem do Conselho não serão aceitos.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *